Vídeos

Digo na TVEJA (2015): “Ninguém mais leva Dilma a sério”

Neste programa da TVEJA levado ao ar em 29 de setembro de 2015, com apresentação de Augusto Nunes, critiquei o discurso vazio e mentiroso de Dilma Roussef na ONU. Em sua fala, a então presidente ignorava o caos em que o país estava mergulhado, enaltecendo medidas suas como a “redução de gastos públicos”.

“Ela agora quer cortar dez ministérios para mostrar que está fazendo serviço, mas isso não significa nada, porque os funcionários continuam lá”, comentei. “Nos países sérios, os políticos que falam em gastar menos, em cortas despesas são populares. No Brasil nem se fala na questão”.

Também abordamos o mau desempenho da oposição de PSDB e DEM no cenário, ao “lavarem as mãos” e não apresentarem nenhuma solução. “Oposição tem que ter um projeto claro para o país; com medidas alternativas às do governo, que são uma porcaria”, afirmei.

Outro assunto tratado por nós foi a possibilidade de impeachment de Dilma e o possível interesse de seu vice, Michel Temer, na queda da presidente. “Quem tem a chave do impeachment na mão é o PMDB”, disse. Falamos, ainda, da diferença entre o momento do Brasil durante o estouro do Mensalão, em 2005, durante o qual também se cogitou o impeachment de Lula, e o de 2015. Se, por um lado, seu antecessor disfrutava de imensa popularidade e a economia ia bem durante sua gestão, nada parecido poderia ser dito sobre Dilma. “Ninguém mais leva ela a sério”, apontei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais vídeos