Vídeos

Uma honra que nunca esperei viver: estar no centro do “Roda Viva”, como entrevistado — e não nas bancadas, como entrevistador

O 26 de maio de 2015, uma segunda-feira, foi especialíssimo para mim: depois de ter participado do programa “Roda Viva”, da TV Cultura, dezenas de vezes — talvez cinquenta –como entrevistados, ao longo da carreira profissional, coube-me a honra de ser eu o entrevistado.

O “gancho” para isso, como dizemos na gíria profissional — ou a razão, o pretexto –, foi o fato de eu ter completado, no final de março, 50 anos de carreira como jornalista, iniciada aos 19 anos incompletos como estagiário na redação de Brasília de uma agência de notícias que não existe mais, a Interpress.

O programa, conduzido pelo meu amigo querido Augusto Nunes, teve como entrevistadores jornalistas de primeira, o que aumentou a quota de honra por estar sentado na famosa cadeira: Humberto Werneck, jornalista e escritor, com passagens marcantes por veículos como o Jornal da Tarde, as revistas Veja, IstoÉ, Elle e Playboy e pelo Jornal do Brasil; Ricardo Kotscho, ex-Estadão, Folha de S. Paulo e Jornal do Brasil, além de outras publicações, da TV e do cargo de Secretário de Imprensa da Presidência da República, comentarista da TV Record e titular do blog Balaio do Kotscho; Wanda Nestlehner, ex-diretora de Redação da revista Claudia Cozinha, ex-editora no Estadão, ex-IstoÉ, ex-Jornal do Brasil e ex-Caras; Wilson Moherdaui, empresário na área veículos sobre TI e editor da revista Informática Hoje; e Carlos Brickmann, que passou pelos principais jornais brasileiros, trabalhou na revista Visão, foi consultor de imprensa de candidatos e, além de manter uma coluna sobre política publicada em vários jornais, conduz uma respeitada empresa de assessoria na área de comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 Comentários

  • Kitty

    Caro amigo Ricardo, que bom ver você no centro do Roda Viva, uma estrela do jornalismo. Merecidíssmo esse destaque. A minha ausência tanto no seu site como na coluna de Augusto se deve a que passei e estou passando um período muito triste da minha vida que foi a perda do meu esposo muito recentemente, este mês de maio. Não podia de deixar de lhe participar..apenas recupere a paz de espirito e consiga viver sem a companhia de esse ser querido voltarei escrever meus singelos comentários. No face participo muito pouco também, apenas comentários simples para não perder os meus amigos e também é uma forma de deixar o tempo fazer sua parte. Só ele poderá me tirar desta dor que parece não ter fim…Um abração//Kitty

  • Kitty

    Não é uma honra só para você estar sentado no centro do RODA VIVA como um ilustríssimo entrevistado, mas para todos os seus fãs, entre os quais me incluiu. Merecidíssmo esse prestigio..sinto muito muito orgulho de tê-lo seguido por muito tempo no site de VEJA e no FACEBOOK. Ainda hoje, mato saudades visitando o Blog e reler temas em que deixei meus simples comentários…há uma seção-Bytes de Memória- que sempre volto lá para reler meus comentários que alguns deles levam suas respostas..uma longa e frutífera amizade que o tempo não apagará..Mil .parabéns, caro amigo Ricardo, pelo inesquecível RODA VIVA, onde uma verdadeira estrela do jornalismo brilhou intensamente…amigos para sempre Kitty

  • Kitty

    Desculpe caro Ricardo, não desisti de você mas estou um pouco perdida neste seu estilo novo. Hoje lhe encontrei no Blog do Coronel twitando sobre o jogo entre o Barça e a Juventus e concordo na roubada em detrimento da Juventus..prazer de vê-lo, mesmo que seja no Blog do misterioso coronel!!! Estou esperando alguma sua matéria na coluna de Augusto, conceda-nos esse prazer…De vez em quando revejo matérias e comentários do seu antigo Blog em VEJA..bate uma tremenda saudades!!!!..Curta essa sua vida nova em Barça..eu, me repondo da perda de meu esposo..Um forte abraço-Kitty

    Querida Kitty, eu não estou no Blog do Coronel, não. Eu estou no Twitter, com vários comentários diários. É uma forma de ter contato com os amigos do blog. Se você estiver lá, basta procurar @ricardosetti
    Um grande e saudoso abraço.

  • Veja mais vídeos