Image
Os deputados Amauri Teixeira, Francisco Escorcio e Perpétua Almeida: baderneiros antidemocráticos que não merecem os votos que tiveram

Amigas e amigos do blog que são democratas e amam a liberdade de expressão, anotem aí no seu caderninho os nomes de alguns deputados energúmenos e fascistoides — além de extraordinariamente sem-educação — que ajudaram hoje a tumultuar trabalhos na Câmara dos Deputados em protesto pela visita pela blogueira cubana dissidente Yoani Sánchez:

Amauri Teixeira (PT-BA)

Francisco Escórcio (PMDB-MA)

e

Perpétua Almeida (PCdoB-BA).

São baderneiros antidemocráticos que não merecem os votos que tiveram.

Numa Casa em que um princípio básico é a convivência de contrários, eles — mas não apenas eles, infelizmente — são uma excrescência.

De forma elegante diante de protestos de parlamentares e penetras defensores da ditadura cubana, a blogueira havia dito, pouco antes, depois de observar os trabalhos da Câmara, algo em que os deputados fascistoides deveriam refletir:

— O parlamento do meu país tem uma triste história: nunca disse “não” a uma lei. Nunca viu um debate como hoje, aqui, com diferenças e contraposições. No meu parlamento isso é impossível.

LEIA MAIS SOBRE O CASO NO SITE DE VEJA

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 9 =

45 Comentários

Corinthians em 24 de fevereiro de 2013

Ver petista e comunista defendendo ditaduras e a pobreza moral e institucional não é novidade. FIquei realmente um pouco surpreso em ver um pmdbista lá, mas como o partido é só um ajuntamento de coronéis que aceitam qualquer coisas em suas hostes, não chega assim a ser algo de outro mundo. Infelizmente não dá. São parlamentares patéticos que defendem o fim do próprio legislativo ao apoiarem uma ditadura.

Julio Mad em 23 de fevereiro de 2013

São o que são e dão mostras disso todo dia. Infelizmente, este tipo de praga que está destruindo o futuro de nossos filhos, terão vida longa e darão muitos filhotes. A falta de oposição, a desinformação, o analfabetismo político, ou a falta de uma sociedade politizada, mobilizada fora dos sindicatos, movimentos sociais e estudantis, aliada à uma estrutura politica que favorece qualquer reeleição... é... este país vai piorar (e muito)... a ditadura dos companheiros já está instalada... só estão aprimorando...

Roberto em 22 de fevereiro de 2013

Quem se importa com deputados,ha muito tempo são considerados meliantes constitucionais pelo povo e pelo mundo,Niemeier,já disse que deveria ter desenhado um camburão.

soares filho em 22 de fevereiro de 2013

Esse Chiquinho Escocio é uma vergonha para o pobre estado do maranhão. Ele é uma capanga de Jose Sarney e sua quadrilha. VErgonhoso mesmo

João Lourenço em 22 de fevereiro de 2013

Devemos agradecer muito a presença de Yoani Sánchez,pois afinal tivemos uma demonstração do poder sujo da tirania escondida,de cachorrinhos da ralé de partidos que mamam no poder ,dando a demonstração de mais uma formação de quadrilhas dentro do governo.Numa forma pura e simples foi demonstrado que a democracia esta em perigo mas que agora com muita clareza foi revelada que o serviço sujo ainda existe.Vamos agora ficar atentos pois os bandidos do mensalão ficaram trancafiados e precisamos descobrir quem vai comandar os que são "pagos" para apoiar a "Ditadura do PT" da onde vem o dinheiro e quem comanda ,se o gabinete esta dentro de um palácio ou em algum hotel de Brasilia .

Irene em 22 de fevereiro de 2013

QUE VERGONHA VERGONHA BAHIA!!!!!

arilson sartorato em 22 de fevereiro de 2013

UMA PERGUNTA? A FOTO DESTES TRES IMBECIS FORAM TIRADAS DE ALGUM MURAL DE DELEGACIA DE POLICIA? QUE CARA DE BANDIDOS TEM O TRIO HEIN!!!!!!!!!!!!!. REPAREM QUE O PETISTA TEM A BARBINHA IMUNDA COMO EXIGE A SEITA,

Elah em 22 de fevereiro de 2013

O Brasil virou quintal de ditaduras bananeiras! Que triste fim!

Mario em 22 de fevereiro de 2013

Basta olhar pra cara dessa gente pra ver que não prestam. Gentinha feia e podre.

Eny em 21 de fevereiro de 2013

Gente,ate quando esta OPOSICAO de M. vai ficar quieta e aceitar os desmandos desse PT ,PMDB e PCdoB? Onde esta a Policia federal, o Supremo que nao poe limites para esta corja ? Sera que nao estao vendo que estamos a um passo de implantarem o Comunismo aqui?

Rolando em 21 de fevereiro de 2013

Realmente é revoltante ver politicos como esses em um país como o nosso que se diz democratico, esses dai são velhos dinossauros que infelizmente que pululam não só no Brasil mas em toda a América Latina.

Vera L. em 21 de fevereiro de 2013

A Perpétua Almeida é do PC do B, aquele partido que à época do Orlando Silva as ONGs larápias do PC do B roubavam os recursos do tal programa "Segundo Tempo" para os meninos pobres praticarem esportes. Gente que ROUBA de crianças miseráveis esperar o quê? E do PT que defende mensaleiros condenados por corrupção, defende censura à imprensa, totalitários. O PMDB virou um aglomerado de fisiológicos, larápios etc. Henrique Alves deu um jeito de BOICOTAR para que a Yoani não aparecer na TV Câmara que é PAGA com o dinheiro de TODOS os contribuintes. Um acinte o que esse cafajeste fez. Dessa escória só se pode esperar o pior. Eles amam mesmo é ditadura. Cambada...

Cristiano Miranda em 21 de fevereiro de 2013

O Chiquinho Escórcio é deputado sem voto. Entrou com suplente do Pedro Novais-PMDB-MA, que foi convidado por Dilma, a pedido dos Sarneys, para assumir o Ministério do Turismo, deixando uma vaga aberta na câmara federal.

Saulo Cruz em 21 de fevereiro de 2013

O que deixo não é um comentário , mas uma pergunta: Amauri Teixeira (PT-BA) Francisco Escórcio (PMDB-MA)e Perpétua Almeida (PCdoB-BA) Estas pessoas desejam que voltemos a um regime militar ? Se são tão defensores de Cuba, porque não se mudam e vão morar lá ??

P Faustini em 21 de fevereiro de 2013

A serenidade da YOANI me lembra Gandi, em compensação o escorcio (eca) me lembra outras coisas, por falar em coisa, não é este o cara, pau mandado do sarney que esteve envolvido em alguma maracutaia do morubixaba recentemente?

João em 21 de fevereiro de 2013

Ricardo Setti. Como a ignorância e a maldade de alguns podem levar o Brasil a essa vergonha? Sendo a maior parte da população formada por pessoas de bem. Nós queremos vencê-los com ideias, argumentos e eles com a gritaria, com a força e se pudessem com a nossa eliminação.

marcelo cunha - rib preto/sp em 21 de fevereiro de 2013

A aparência dos cretinos diz tudo, né?

Hippie Kicker em 21 de fevereiro de 2013

Que interessante a capa e o título desse CD (Diabolus in Lula) da banda Atroz, paulistana! http://www.punkshop.com.br/shop/images/fotos/fotop_8780_3.jpg O título da musica 2 diz bem a que veio esse verme rePugnanTe PúTrido!

Fernando X em 21 de fevereiro de 2013

Comunista tem compromisso com o erro. Lembrem-se do Niemyer. Morreu velho prá cacete elogiando os ditadores comunistas!

Leonardo Saade em 21 de fevereiro de 2013

Que os eleitores dos seus respectivos estados lembrem, ou melhor, esqueçam seus nomes nas eleições ano que vem. Se gostam tando de Cuba e do regime ditadorial da familia Castro, porque não se mudam pra la!

Jeremias-no-deserto em 21 de fevereiro de 2013

São a escória da Câmara, indivíduos que se elegem exclusivamente para realizar negociatas lucrativas e beneficiar amigos e parentes. Esprema-se um canalha desses e o que sobra é uma ficha corrida policial, mil maracutaias e safadezas. Só se espere dessa gente o pior para o país, eles são baderneiros escrotos, com a permissão do palavrão.

Jujuba Salgada em 20 de fevereiro de 2013

Estes deputados ou melhor ignorantes do socialismo tirânico ,atendem perfeitamente como cachorros as ordens dos figurões do PT ,PC do B e PMDB.Posso ainda pedir desculpas a tal deputada ,cachorra ou cadela ,seus eleitores que escolham.

moacir em 20 de fevereiro de 2013

Reynaldo, 20/02 21:47 Ontem eu já comentava que essa moça tão suave mas feita do aço que não se verga,parece estar conseguindo nesses últimos dias,aquilo que se tem tentado fazer sem sucesso há exatos 10 anos: escancarar para todo o Brasil e o Vasto Mundo,a truculência,a covardia e a hipocrisia do discurso democrático desta quadrilha sem-vergonha, que acredita estar comemorando hoje,a primeira década de uma suposta posse do nosso Brasil. E Yoani está sendo capaz da autoria deste milagre, sem perder aserenidade,sem se deixar abalar pelos insultos,sem descer ao nível dos atacantes,sem pretender fazer política (?) por lhe faltar cinismo. Para todos nós Cuba tinha, há 50 anos, a cara barbada e autoritária de Fidel.Desde segunda-feira Cuba mudou.Passou a ter o rosto lavado e honesto, e esse meio sorriso sábio de Yoani.Ela já ganhou, Reynaldo.Por nocaute. sabe,eu tenho a mania de tentar adequar poemas a pessoas e vice versa.Há anos,esse namoro é antigo, encontrei os versos adequados para Yoani.Foram escritos por Cecília Meireles. // Se te perguntarem quem era essa que às areias e gelos quis ensinar a primavera; // e que perdeu seus olhos pelos mares sem deuses desta vida, sabendo que,de assim perdê-los, // ficaria também perdida; e que em algas e espumas presa deixou sua alma livre, agradecida; // essa que sofreu de beleza e nunca desejou mais nada; que nunca teve uma surpresa // em sua face iluminada, dize:"Eu não pude conhecê-la, sua história está mal contada, // mas seu nome,de barca e estrela, foi: SERENA DESESPERADA". // Um orgulho pra gente,essa menina. Abraço e cínica e Fidel.

toninho malvadeza em 20 de fevereiro de 2013

São umas bestas quadradas com um cargo público.Mas logo voltam para o buraco de onde vieram.Devem estar levando uma grana pra fazer baderna.

Alipio Queiroz em 20 de fevereiro de 2013

Esses ai são apenas alguns da escória eleitos pelos ignorantes.O que poderíamos esperar deles...RESPEITO? Claro que não, mas sim... Coices, Mordidas, Patadas, Urros, e outras selvagerias!

Reynaldo-BH em 20 de fevereiro de 2013

Setti e amigos. Ontem meu comentário até agressivo, foi uma resposta (ou desabafo) a figuras como estas citadas aqui. Hoje, ainda revoltado, mas com a fé renovada na figura frágil desta GUERREIRA que é maior que a somatória nula destes outros todos, gostaria de dizer algo a ela. Lembre-me de António Machado e Juan Manoel Serrat. E - com suas desculpas, Setti - tentei fazer uma tradução de "Caminante, no hay camino" de Serrat (com tercho de MAchado). Parece feita a Yoani. Ou melhor, foi feita para TODOS os que sãi yoanis quando exercem a dignidade em nome da lioberdade. Abraços! =========== Tudo passa e tudo é Mas o nosso é passar Passar fazendo caminhos Caminhos sobre o mar Nunca persegui a glória E deixar que na memória Dos homens na minha canção. Eu amo os mundos sutis Leves e gentis Como bolhas de sabão Eu gosto de vê- los pintar De azul e vermelho a voar Debaixo de um céu azul, tremer De repente e quebrar. Nunca persegui a glória! Caminhante, seus passos são o caminho e nada mais Ao andar se faz o caminho Ee ao se olhar para trás Você vê o caminho que nunca voltará a pisar! Caminhante não há caminho, Se faz o caminho ao andar! Algum tempo atrás neste lugar Onde os bosques se vestem de espinhos Se ouve a voz de um poeta a gritar! Caminhante não há caminho, O caminho se faz ao andar! Golpe a golpe, verso a verso. O poeta morreu longe de casa Te cobre a poeira de um país vizinho Quando o viram ao longe chorar... Caminhante não há caminho Se faz o caminho ao andar Golpe a golpe, verso a verso! Quando o pintassilgo não pode cantar Quando o poeta é um peregrino Quando é inútil rezar Caminhante não há caminho Se faz o caminho ao andar. Golpe a golpe, verso a verso! ==================== http://www.youtube.com/watch?v=Y5vjfMCQPyw

ze do matogrosso em 20 de fevereiro de 2013

..foram eleitos pela Bahia e o Maranhão. Não é necessário maiores explicações. Além do mais, as fotos dizem tudo.

Nilo em 20 de fevereiro de 2013

sou parceiro para ajudar na mudança definitiva destes baluartes da falta de democracia para a ilha dos irmãos castro . já que gostam tanto deste paraiso que se fartem até o fim de seus dias .

Aldo Matias Pereira em 20 de fevereiro de 2013

Setti, Será que não foram eleitos pelo coeficiente eleitoral? Ou pela vacância orquestrada para aproveitar o suplente? Não acredito que nesses importantíssimos estados os eleitores tenham escolhido gente como essa!

Bruno em 20 de fevereiro de 2013

Amauri Teixeira (PT-BA),Francisco Escórcio (PMDB-MA) e Perpétua Almeida (PCdoB-BA). Anotado. Estou impressionado pela serenidade de Yoani que, mesmo diante dessas cavalgaduras que envergonham a política do Brasil, responde na veia, o que deveria envergonhar esses bandidos disfarçados de parlamentares, se tivessem a capacidade de sentir algo parecido. Parabens, Yoani!

Luiz Carlos em 20 de fevereiro de 2013

Tivessem nascido em 1900, e na Alemanha, teriam sido "Braços Direitos" do Führer ADOLF HITLER...

marco em 20 de fevereiro de 2013

Todos merecem ser definidos pelo trocadilho óbvio com o nome Escórcio.

Milton Simon Pires em 20 de fevereiro de 2013

A Revolução Cultural e o Sentido do Silêncio – os Últimos Fantasmas. Milton Simon Pires - dedicado ao meu amigo, Ricardo Setti. Revolução define-se como todo processo capaz de provocar uma ruptura de caráter traumático no que se refere à ordem econômica, política, e social de um grupamento humano. Fenômeno frequentemente associado à violência e uso das armas, suas causas e efeitos são facilmente perceptíveis até para o mais comum dos homens. Não existe, portanto, revolução em silêncio. Até hoje, não tive a surpresa de encontrar nenhum texto, seja ele destinado ao público acadêmico ou leigo, em cuja exposição que fiz acima fosse incluído o termo “cultura”. Foge do objetivo deste pequeno artigo uma abordagem daquilo que se deva entender como cultura de uma sociedade. Mais do que isso; escapa à capacidade de um autor sem formação específica na área das ciências humanas escrever sobre os processos de surgimento, apogeu e declínio das civilizações em termos culturais. O que me atrevo a sustentar, e aí começo meu texto, é que falar sobre mudanças culturais em uma determinada nação inclui observar este processo no decorrer do tempo em que transcorre. Não é preciso portanto (embora com certeza ajude muito) ser historiador, filósofo ou sociólogo para compreender que as pessoas não abandonam religiões, mudam seus hábitos alimentares ou a maneira de falar segundo a ordem de um partido político ou força militar. Neste sentido, torna-se portanto um paradoxo falar em “Revolução Cultural” já que, mesmo escrevendo sem uma definição clara a respeito do que seja ordem cultural, sabemos que ela por si mesma não pode ser “rompida de forma traumática” como sustentei na primeira linha. Historicamente, a expressão “Revolução Cultural” nos remete a um período e lugar muito específicos da política contemporânea. Seria preciso voltar a China no período que vai de 1966 até a morte de Mao Tse Tung, dez anos depois, e esquecer o que escrevi até aqui para acreditar que o Partido Comunista Chinês mudou a maneira de “ser” do povo num período tão curto. Sem entrar em destalhes a respeito, afirmo que isso não só não aconteceu como ainda tornou-se motivo para as mudanças realizadas por Deng Xiaoping que levaram toda a nação a um caminho diametralmente oposto. O que pouco se diz a respeito deste processo todo foi o seu papel importantíssimo no movimento de Maio de 68. Entender a ligação entre os dois fenômenos históricos é fundamental quando se quer afirmar que aquele foi o “ano que não acabou”. Afirmo, e este é o modesto objetivo do texto, que ali começou a verdadeira “revolução”(termo infeliz) cultural no ocidente, que aquele ano de fato nunca acabou e que é urgente, por parte de filósofos e historiadores, a mudança de nomenclatura para definir o que está acontecendo, por que o que se assiste hoje é o declínio progressivo da civilização ocidental. Autores como Allan Bloom e Roger Kimball foram brilhantes quando atribuíram uma enorme responsabilidade das universidades americanas neste processo. Em The Closing of American Mind e, mais tarde, em Tenured Radicals assistimos aos efeitos dramáticos da mistura de política e formação humanística nos Estados Unidos. Vimos aquilo que aconteceu com os valores de beleza, verdade e justiça quando estes conceitos fundadores da nossa civilização, herdados dos gregos, foram substituídos pela agenda politicamente correta do Partido Democrata. Apreendemos, de forma estarrecedora, o que novos programas universitários destinados a interpretar o chamado “cânone da cultura ocidental” sob enfoque de “diversidade de gênero”, das “minorias” e do multiculturalismo fizeram com a formação dos alunos dos cursos de artes, letras, arquitetura e ciências humanas. Pródigos em provas incontestáveis, estes autores foram atacados seriamente pelo meio acadêmico americano dominado pelos remanescentes de maio de 68. Mesmo sendo intelectuais de longa carreira, jamais conseguiram, num país com instituições muito mais fortes que as brasileiras, serem levados a sério. Vivendo num estágio de declínio cultural muito mais avançado do que aquele que ocorre nos Estados Unidos, o Brasil é um país sem instituições. Temos o Estado, temos o povo, e temos a mídia, mas não há nenhuma força autônoma capaz de oferecer um projeto que faça frente ao que descrevi acima. Ao que tudo indica, as mudanças que vem acontecendo são tão rápidas e o pensamento brasileiro agoniza de forma tão gritante, que nosso silêncio passa – aí sim – a ter uma conotação política. O silêncio é a manifestação dramática de que o medo é a força geradora da nossa capacidade de não reagir, de se conformar, e de se submeter. Um medo de ser considerado diferente ao questionar o aquecimento global, ao se posicionar contra cotas raciais ou ao criticar o SUS. Uma angústia terrível causada pela necessidade de se calar, de não se dizer contra o casamento gay, de não duvidar da bondade dos pobres ou da integridade dos ciclistas. Uma tristeza infinita, e necessariamente muda, quando encontramos alguém com mais pena dos filhotes de foca do que das crianças doentes, e que, no maior país católico do mundo, chama de Deus de “algo superior”. Quando dormimos são fantasmas que nos aparecem nos sonhos. Eles se apresentam com nomes como DOPS, DOI-CODI ou SNI..eles vem com um número que não é o 666, mas sim o 1964, para nos aterrorizar e para nos convencer de que hoje vivemos melhor...e de que portanto não devemos nos manifestar..São eles quem ofendem Yoani Sánchez, que nos fazem esquecer Santa Maria, Renan Calheiros ou José Dirceu.. Eles vem para garantir a verdadeira Revolução Cultural, não na China de 66 mas no Brasil de 2013, e dar um sentido político ao nosso silêncio... Eles são os nossos últimos fantasmas... Porto Alegre, 20 de fevereiro de 2013.

Nélio em 20 de fevereiro de 2013

Setti, a estória é a seguinte: Determinada rua importante de determinada cidade possui, ao longo de sua extensão, sinalização vertical e horizontal indicando que lá é proibido parar e estacionar. Aí vem um cidadão, cônscio dos seus direitos (deveres é uma outra história), e estaciona seu automóvel embaixo de uma destas placas. Pergunto: - Adianta um agente de trânsito (ou qualquer um) explicar por quê ele está infringindo as regras de trânsito? - Se você considerar que adianta, o quê você sugeriria ao agente para que ele fale ao infrator? Quaisquer que sejam suas respostas, considere que, ou o nosso personagem ignora o que significa a sinalização ali existente, ou ele não se importa com ela. Em ambos os casos, ele pode ser qualquer coisa, menos motorista…

SERGIO COSTA em 20 de fevereiro de 2013

Caro Setti, leitor assíduo de sua coluna, causa-me espanto o silêncio de instituições e entidades que fazem constar no discurso de seus representantes (defesa intransigente de direitos humanos), a propósito dessa enxurrada de manifestações em desfavor da blogueira cubana que humildemente as recebe sem revide. O que fazem em defesa dos direitos humanos, CNBB, ABI, OAB e tantas outras que silenciam, sem que se manifestem contrariando atitudes no mínimo deselegantes a um visitante. Se o governo concorda com tais práticas, diga-se, o Itamarati, deveria proibir a permanência de Yaoni Sanches e companheiro em solo brasileiro. Assistir a tudo isso, de forma orquestrada, com a resignação governamental hipócrita é assassinar princípios éticos contidos em nossa constituição. Afinal, o que fez e o que disse a blogueira senão a verdade sobre um regime que a oprime. Conto os minutos para que ela deixe o país com vida e procure acolhimento respeitoso em outras praças acolhedoras. Fraternalmente.

ely silmar vidal em 20 de fevereiro de 2013

é uma vergonha, termos um país com princípios claros de democracia, receber lição de moral de uma pessoa que não conhece nada que não seja uma ditadura. esses parlamentares, teriam que ir morar em cuba, isso seria a glória para eles, e para nós, seria uma limpa no congresso. por favor, congressistas que têem vergonha na cara, denunciem isso, e façam com que os votos que vocês ganharam do humilde povo brasileiro, tenha algum valor. lembrem-se que esses congressistas que não enxergam um palmo adiante do nariz, em primeiro lugar, não têem é vergonha na cara, e portanto dessa forma estão totalmente destituídos de princípios morais e éticos. - (ely silmar vidal - teólogo - jornalista e psicanalista)

Justiceira em 20 de fevereiro de 2013

E o mundo inteiro tomando conhecimento dessa vergonha!! Queremos os nomes desses marginais que envergonham o país!!! Também saberemos receber a pedradas onde forem...

nena em 20 de fevereiro de 2013

Setti,estou sugerindo que o blog faça uma lista desses políticos que estão agredindo a Yoani e defendendo o regime cubano. A cada movimento da blogueira alguns novos aparecem e a lista ficando grande. Para guardarmos seus nomes para as próximas eleições e expurgarmos estas ratazanas. Boa ideia. Vou ver se consigo uma lista completa. Abração!

zm em 20 de fevereiro de 2013

Merecem estar sim numa câmara, caro Setti: numa câmara de gás.Essa escrotidão política não tem salvação.

Sergio the original since 1ª Leitura em 20 de fevereiro de 2013

Pelo exemplo dos calhordas dá para imaginar o tipo de regime que eles gostariam de ver implantado no Brasil.

joel pinheiro em 20 de fevereiro de 2013

É incrível, mas é verdade, uma simples blogueira, por assim dizer, conseguiu à duras penas sair da ilha-prisão, também chamada Cuba, pra dar lição de democracia ao parlamento brasileiro, neste particular, uma vergonha nacional. Viva a Democracia! Viva a Liberdade! Viva Yaoni!

arilson sartorato em 20 de fevereiro de 2013

O QUE SERÁ QUE PASSA PELA CABEÇA DA YOANI? LEVEI UMA VIDA PARA PODER SAIR DE CUBA, E CHEGUEI NUMA SUCURSAL DA MESMA. UMA VERGONHA A IMAGEM QUE ESTES PSICOPATAS COMUNISTAS PETISTAS ESTÃO MOSTRANDO AO MUNDO.

Cavalcanti em 20 de fevereiro de 2013

O parlamento cubano é o sonho do pt.

duduzinho das neves em 20 de fevereiro de 2013

Prezado Setti; Isso nos envergonha, nos constrange, ninguém é obrigado a gostar de Yoani Sánchez ou de Fidel Castro, mas somos obrigdo a ter bons modos e educação, no mìnimo. Outra coisa, estou estanhando a ausência dos falsos defessores da democracia como: os intectuais, escritores, artistas, cantores, ONGs, os estudantes, ABI (sindicato dos donos de Jornais), OAB, a democracia para eles só funciona só para um lado?,,,elementar meu caro! sds.

E_Megaton em 20 de fevereiro de 2013

Setti... Eu substituiria 'Escórcio' por ESCÓRIA e 'uma excrescência' por UM EXCREMENTO... Quanto mais Yoani sofre pancadas dessa claque verborrágica diarreíca, mais ela mostra sua capacidade!!!!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI