Image
Dilma, entre sua filha Paula e o presidente da FIFA, Joseph Blatter, enquanto era xingada na Arena Corinthians, durante a partida inaugural da Copa 2014 (Foto: Estadão Conteúdo)

Qualquer leitor que tenha honrado este espaço com sua leitura desde o primeiro dia de sua existência, a 13 de setembro de 2010, sabe que mantenho, coerentemente, uma postura crítica ao lulopetismo e ao governo da presidente Dilma Rousseff.

Não deixei, em vários casos, de reconhecer e ressaltar pontos positivos de sua presença no Planalto — para ficar em um único e importante exemplo, citaria a reforma da Previdência dos servidores públicos e sua regulamentação por lei, algo que será uma bênção para os cofres públicos no futuro e que Lula não havia tido a coragem de tocar adiante.

Considero, porém, como tenho deixado claro, um desastre seu governo: imenso, inchado, com 39 ministérios, ineficiente, incapaz de fazer o país crescer como é necessário e de enfrentar a inflação como é indispensável, retalhado entre partidos políticos num balcão de trocas destinado a manter maioria no Congresso que, mesmo assim, a presidente não utiliza para medidas corajosas que se recusa a tomar, propagandista de uma “faxina ética” que nunca se realizou, que afaga “movimentos populares” baderneiros e antidemocráticos, que permitiu a continuação do aparelhamento ideológico do Estado por “cumpanheiros” iniciado no governo Lula — e por aí vai.

É, assim, um governo que merece críticas, muitas críticas, e certamente merece vaias. As vaias são uma forma universal e democrática de as multidões manifestarem seu descontentamento, seu protesto. Como foram vaiados presidentes ao longo da história – alguns mais, como Collor ou Sarney, outros menos, como FHC ou Juscelino.

Mas vaiar é uma coisa — já ofender, xingar e insultar, aos berros, uma presidente eleita e que ocupa o cargo mais importante da República, como ocorrido nos jogos da Copa-2014, é outra coisa, muito diferente. É algo incivilizado, grosseiro, cafajeste e indevido, que repudio com veemência.

Respeitar a figura institucional de um chefe de Estado e, simultaneamente, manter postura crítica em face do que se considera seus erros e desvios não é simples, mas é o que ocorre em países civilizados.

Se queremos nos tornar um, precisamos (também) aprender a conciliar as duas coisas.

Quem insulta a pessoa em público a pessoa, o ser humano que ocupa a Presidência só contribui para esvaziar e desqualificar as próprias razões que teria para protestar.

E que não me venham com a lembrança , verdadeira, de um Lula campeão em proferir palavrões e insultos como justificativa para que se insulte Dilma. Lula não é exemplo de compostura — além do que não se combate um adversário político fazendo exatamente aquilo que se critica nele.

Simples assim.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × um =

Nenhum comentário

João Carlos em 23 de junho de 2014

Como é interessante que isso não acontecia na era Fernando Henrique apesar de no final de seu Governo o salario ser de setenta dólares, não existir prouni, as universidades não criavam cursos noturnos, muitas investigações eram engavetadas e foi o fim da aposentadoria especial e a criação do fator previdenciário , além do medo constante do desemprego, só quem viveu essa era sabe o que foi o governo deles, o governo atual deve ser melhorado e criticado mas sempre com polidez e educação pois a grandeza deste País é a medida de seu povo.

roberto guzzo em 18 de junho de 2014

Junia Maria, covarde é o Lula, que assim como nas manifestações de junho passado, sumiu. E me desculpe o jornalista, a quem respeito a opinião e leio constantemente, mas estádio de futebol é lugar de xingamentos e impropérios sim. Seja em partida do campeonato paulista ou copa do mundo, xinga-ae dioturnamente. Não seria diferente com uma presidente incompetente e inépta que isso iria mudar...mas ela aprende : na final vai importar 20 mil torcedores cubanos para cantar a Internacional Socialista para ela...me poupem...

JÚNIA MARIA PINTO DE OLIVEIRA MOURA em 18 de junho de 2014

A atitude de certos Brasileiros que começou a com este incidente baixo e indigno de verdadeiros brasileiros é repugnante... O grupo que deu inicio provavelmente não tem caráter e tão pouco educação. Pois insultar uma pessoa publicamente com insultos de baixo nível, podemos ver a educação e o caráter deste grupo. Estávamos a vista do mundo e mostramos realmente que o Brasil infelizmente tem muita gente sem educação e sem um mínimo de senso de ridículo. Pois este grupo não passou de ridículos e mal educados, que não respeita ninguém... Pessoas simplesmente COVARDES...Se eu estiver errada mostre sua CARA e insulte seus dirigentes nas URNAS sabendo votar sem agressões. E não envergonhando os verdadeiros Brasileiros. Presidenta DILMA tem minha solidariedade...

Helio em 18 de junho de 2014

A reforma da Previdência foi uma benção, Ricardo Setti? Entregar a gestão da Previdência a um grupo "gestor" composto por aloprados petistas? Hoje, quem entrar no Serviço Público Federal, não tem seguer certeza que receberá seus proventos, uma vez aposentado! Procure outra "realização" do governo petista, para elogiar, não essa! QUE BOLA FORA, RICARDO SETTI! Você está partindo de um pressuposto pavoroso e absurdo: a de que petistas ficarão PARA SEMPRE no poder.

Um Bom Brasileiro em 17 de junho de 2014

Eu acho engraçado esses jornalistas e políticos que se dizem de oposição! Passam o ano todo denunciando, xingando e menosprezando essa presidanta, e sua corriola, e aí quando o povo se manifesta, eles correm para defender a figura emblemática e a liturgia do cargo. Ora, quem primeiro desrespeitou o povo brasileiro foram eles, os políticos e esses governantes filiados ao PT. Ou a traição deles para com as esperanças do povo brasileiro não contam? "Nunca antes nesse país" se roubou tanto como o Molusco & Cia roubaram; e roubaram de quem? Roubaram exercendo quis cargos? Estão tentando implantar no Brasil ume republiqueta bolivariana, e isso não é desrespeito dos ocupantes dos cargos para com a liturgia que os reveste? E, se xingar a presidanta não é ato de um país civilizado, quem disse que Brasil o é? Não com esse quadro político que tem! E tem mais; essa historia do governo e dos petistas ficarem acusando a classe média de ter xingado a Dilma, está na hora da dita oposição contradizer isso e mostrar os vídeos que circulam na net, provando que o estádio inteiro a xingou, e não apenas alguns poucos bem-de-vida que pagaram os absurdos R$ 900,00 para a FIFA. Como dizia meu amigo jornalista Chuck Woodward, "ora, Dona Dilma e Seu Ricardo Setti, vão tomar no cú"!!! (com toda a elegância que me é peculiar...hehehe)

Antonio R. Melo Jr. em 17 de junho de 2014

Respeito mas discordo veementemente dos seus argumentos. Primeiramente porque aquilo é um estádio de futebol, onde o povo - embora aquele "povo" pertença mais a zelite - se manifesta da forma mais primária. Se a platéia mandou a presid*NTA "tomar caju" foi porque é exatamente isso que a maioria dos brasileiros deseja. Se eu estivesse lá, engrossaria o coro homenageando a presid*NTA.

Fábio em 17 de junho de 2014

Concordo veementemente com o texto. Povo civilizado dá a resposta na urna. É o que se faz em uma democracia, qualquer coisa fora deste contexto é “radicalismo exacerbado”. Não vou mentir que não tenho vontade de xingar esta nobre “senhora”, mas daí fazer isto é algo diferente. A copa do mundo é um evento para a família e não um bordel de beira de estrada. Em minha casa eu sempre exijo respeito. Meus filhos não falam palavrões, e se o fazem é longe de min. Não estou acostumado com palavras de baixo calão. Gostaria de não ter presenciar novamente isto seja quem for o chefe do executivo. Após as eleições sem sombra de dúvidas teremos um novo presidente, com competência e experiência para gerir o nosso país, e não gostaria de ver esta sena se repetir por simples vingança. Se isto ocorrer seria a degradação total da figura do chefe do executivo. Pessoas civilizadas dão respostas civilizadas. As eleições estão aí, vote certo lembre-se de cada escândalo deste governo e mostre aos seus amigos o que está acontecendo com o Brasil.

Caio Frascino Cassaro em 17 de junho de 2014

Prezado Setti: Segue uma listinha de eventos - coisa rápida e obviamente incompleta - nos quais dona Dilma foi agraciada com apupos os mais variados. Observe que a coisa passa muito longe da "Elite Branca Paulista". 1- Dilma é vaiada por 20 mil torcedores no Rio na Fan Fest http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,dilma-e-vaiada-por-torcedores-no-rio,1510844 2- A presidente Dilma Rousseff foi vaiada neste sábado (3), na abertura oficial da 80ª edição da Expozebu http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/05/1449037-dilma-e-vaiada-em-mg-no-1-evento-apos-pt-reafirmar-sua-candidatura.shtml 3- Dilma é vaiada ao defender governadora do Rio Grande do Norte http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/nacional/online/dilma-e-vaiada-ao-defender-governadora-do-rio-grande-do-norte-1.858369 4- Dilma é vaiada durante 15ª Marcha dos Prefeitos. http://tvuol.uol.com.br/video/dilma-e-vaiada-durante-15-marcha-dos-prefeitos-0402CC983072DCB92326/ 5- Dilma é vaiada na abertura da Copa das Confederações http://www.epochtimes.com.br/dilma-e-vaiada-na-abertura-da-copa-das-confederacoes/ 6- Dilma é vaiada em Belém pela segunda vez durante discurso http://www.correio24horas.com.br/detalhe/noticia/dilma-e-vaiada-em-belem-pela-segunda-vez-durante-discurso/?cHash=175b532f49c34dcdbe32a83fd84f3276 7- Dilma é vaiada e enfrenta protestos em João Pessoa http://www.bahianoticias.com.br/estadao/noticia/36047-dilma-e-vaiada-e-enfrenta-protestos-em-joao-pessoa.html 8- Dilma Rousseff é vaiada em evento do Minha Casa Minha Vida, em Tocantins. http://coturnonoturno.blogspot.com.br/2014/03/dilma-e-vaiada-e-bate-boca-com.html 9- Dilma sendo vaiada em seu pronunciamento nacional https://www.youtube.com/watch?v=aV2h0Ghxvvo 10- Dilma é vaiada por estudantes em Natal Rio Grande do Norte https://www.youtube.com/watch?v=lJEOvjv6JK4 11- Dilma Vaiada em Ipatinga https://www.youtube.com/watch?v=uso7Vwrevi4 Dilma é vaiada na posse do presidente do Paraguai. https://www.youtube.com/watch?v=_Q4y_i22s7E 12- POVO DESABAFA SOBRE DILMA NO SHOW DO RAPPA https://www.youtube.com/watch?v=ajPrJe3_9Gg 13- Dilma é vaiada ao falar 'portador de deficiência' durante a 3ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em Brasília. http://www.josemararaujo.com/not/not89.html 14- Dilma é vaiada por operários no Rio de Janeiro https://www.youtube.com/watch?v=HaXUUEF_6TE Abs

Eduardo em 17 de junho de 2014

A distinção entre vaia e xingamento é, na prática, sutil. Mas ela existe. Concordo com esse tipo de abordagem. É orientador.

L'Abbate-51 - São Paulo em 17 de junho de 2014

Amado Setti: é melhor lutar com fortes-palavras, ou derramar sangue-fraterno, nas ruas???

Tuco em 17 de junho de 2014

. . . Mudando de assunto – mas sempre no assunto: quando é que a coluna vai se alinhar em defesa de outros grandes Jornalistas de Veja que estão sendo ameaçados pelo PT? >>>> http://goo.gl/3HAqfi <<<< . . .

Corinthians em 17 de junho de 2014

Grande Setti, Perfeito. Concordo em gênero, número e grau. E acredito que o ocorrido não teve como causa o linguajar utilizado nos estádios. O ocorrido em meu entendimento teve como causa o "estouro" da paciência de inúmeros eleitores que viram-se desrespeitados pelo PT. Pelo desgosto em ver como o PT trata a coisa pública. Pelas obras, pelos estádios.. Pela péssima qualidade da cerimônia de abertura da Copa do Mundo. Pela vergonha de ter uma presidente covarde que recusou-se a fazer pronunciamento na abertura de Copa do Mundo para não levar vaias como seu ignorante antecessor. Era como se, traduzindo a intenção, dissessem "Não quer respeitar o cargo para levar vaia ? Então vai tomar cajú!". E reconheço - estivesse lá acabaria por não resistir libertar o estresse e o nervosismo por tudo o que fizeram com o Brasil, me juntando ao coro.

Alessandro em 17 de junho de 2014

Lamento, caro Alessandro, mas não publico críticas a colegas blogueiros, por uma questão de ética. Sejam ou não de VEJA. Agradeço as boas referências a mim, de todo modo. Um abraço.

Renato Carvalho em 16 de junho de 2014

Ética sim, Setti, moralismo, não. Baixaria é o que essa mulher vem fazendo na presidência e o suposto respeito a um chefe de estado só pode ser validado se houver mérito, caso contrário é mero protocolo hipócrita. Só espero que os xingamentos se transformem em votos contra.

Celso em 16 de junho de 2014

Perguntei se você concordava com a afirmação que os leitores de Augusto Nunes, Reinaldo Azevedo, Diogo Mainardi e Demétrio Magnoli eram os responsáveis pelas vaias e recomendações à Dilma. Bastava concordar ou não e não sair pela tangente usando o cobertor da ética. Onde está a crítica aos colegas? Não saí pela tangente nenhuma. Sua pergunta é que não era nem um pouco clara. É CLARO que NÃO considero os quatro articulistas como culpados de coisa alguma. Você acha que as milhares de pessoas que têm xingado Dilma -- com o que não eu não concordo, e já escrevi isso com todas as letras -- precisavam de JORNALISTAS para fazer o que vêm fazendo? Fala sério!

Ronaldo força em 16 de junho de 2014

Na verdade, um presidente da República mereceria o respeito dos seus governados. NO entanto, esta senhora tem causado tantos males que perdeu o respeito e a valorização de um governante. Sua insistência em nos tornar uma ditadura bolivariana, sua complacência com o roubo dos seus apoiadores, sua vassalagem ao Lula, responsável por esta ******* e a destruição da Petrobras, provoca o ódio e o repudio do povo brasileiro levando a desejos traduzidos em ofender **** ***** ***** ****** ***** . Tudo isto é irrelevante, tomando-se em conta as mortes nas estradas, a morte das pessoas sem atendimento hospitalar, a insegurança nas ruas e os salários indignos dos servidores públicos. Fora PT!

Celso em 16 de junho de 2014

Reinaldo Azevedo é o "cara". Não se omite e luta o bom combate. (Obs. não sei se isso fere a ética). Por que feriria? O que não publico são críticas a colegas blogueiros, de VEJA ou não. E não me sinto minimamente atingido por seu comentário. O Reinaldo e eu concordamos em algumas coisas e não concordamos em outras, democraticamente, como ocorre entre os colunistas de VEJA. Aqui não há pensamento único, não.

Aline Lemoine em 16 de junho de 2014

Xingamos e xingaremos mais.

Aline Lemoine em 16 de junho de 2014

As regras para publicação de comentários no blog, conforme relembrei aos amigos leitores incontáveis vezes, não aceitam textos escritos somente em maiúsculas, em respeito à boa educação, aos leitores e seguindo uma norma internacionalmente praticada na web. Como presumo que você saiba, palavras em maiúsculas significam palavras gritadas, não é mesmo? Confira as regras no link http://goo.gl/u3JHm Obrigado

Cideval em 16 de junho de 2014

Prezado Setti, respeito seu direito de se manisfestar, mas todos aqueles que estavam no Itaquerão também tem este mesmo direito. Se usaram palavrão, frase indecente, mesmo assim tem o direito. Quando ao "respeito" supostamente devido, desculpe-me mas isto não existe. Veja toda sua trajetória, desde os tenros anos de bandidagem até hoje, não o que respeitar.

Meia Verdade em 16 de junho de 2014

Aumenta a lista dos indignados a esse absurdo...nosso grande Ministro Joaquim Barbosa, endossa essa lista. Parabéns Setti, você foi o único jornalista da Veja a criticar esse absurdo. Mas....VAIAS tudo bem, eles MERECEM !!!

Galber em 16 de junho de 2014

Seu comentário ofensivo, mentiroso e calhorda foi deletado. Roa-se de inveja e de raiva, porque VEJA vai muito bem do ponto de vista econômico, mantendo-se como a terceira maior revista semanal do mundo, com mais de 1 milhão de assinantes e ótima lucratividade.

Carlos Alberto Boff em 16 de junho de 2014

Perfeito e lúcido texto como expressão de um cavalheiro que tem e procura exercer a sua educação. E nem precisaria expressar a sua discordância deste governo lamentável que nos assola. A simples e sonora vaia é eloquente o suficiente para o poste político que foi colocado lá com segundíssimas intenções por Lula. Os dois últimos parágrafos exclamam isto. Está faltando mais civilização para nós todos e devemos isto a esta esquerdização desenfreada que empesteia, deturpa e corrompe tudo o que toca. Fora esquerdopatas. Não devemos segui-los e nem iguala-los nos métodos torpes de convivencia.

Gustavo em 16 de junho de 2014

Está faltando uma vaia geral para o PT, pra deixar bem claro que o alvo principal é o PT!

Breno em 16 de junho de 2014

Caro amigo Setti admiro-o como grande jornalista que é, contudo, alguns reparos me permito: Inaceitável em termos. Esta senhora que está dona do poder, é e sempre foi petulante e desafiadora. No começo da conversa sobre não vai ter copa ela escreveu lá no dela -Vai ter copa. Soou como desafio. Agora, neste episódio ela sabia que seria hostilizada, tanto que subvertendo toda a tradição, não discursou na abertura dos jogos. A ida ao estádio, mesmo que às escondidas, foi outro desafio. Agora vem ela e o PT dizer que os xingamentos vieram da elite, ora, se o estádio todo xingou, então a festa do PT foi preparada para a elite? Conversa fiada, ela não está podendo sair à rua que é xingada. O amigo que me perdoe mas aparentemente o povo está vendo nesta copa o "pão e circo" de Roma e não está engulindo a pantomima. Por mais grosseiro que tenha sido o evento, o senhor está errado em sua opinião.

Dulce Regina em 16 de junho de 2014

Caro Setti, fiquei surpresa com o que li e vi, quando cheguei ontem de Tere. Lá me enclausurei para me abster dessas baixarias da Copa, do governo, de um " certo comentarista " da ESPN. Esperava por este seu texto, pois conheço seu blog, sua gentileza. Deixa eu lhe contar uma história : quando meus filhos eram pequenos e foram ao maracanã pela primeira vez, chegaram em casa cheios de novidades, com musiquinhas e palavras repetidas em refrão. Disse-lhes: aqui em casa não admito isto, estas coisas são ditas nos jogos, dentro do campo. E eles acataram, com respeito. Sinceramente, não vejo razão para tanto alarde. Você tem ido à festas nesses últimos anos ( casamento, aniversários ) ? Ao final das mesmas, são tocadas músicas funk, prestando atenção na letra e a postura que as moças têm qdo dançam , é de arrepiar ! Vivemos numa era em que o respeito, a honestidade passam longe. Seu critério do blog é válido, entretando não somos BOBOS nem OTÁRIOS, tudo tem limite. Então...vale lembrar, o povo está coberto de razão. Palavrão é pessoa morrendo na porta de hospital. Parabéns aos comentaristas, que respeitaram você, apesar de discordarem. Abraços gentis, Dulce

Louisc em 16 de junho de 2014

Prezado Setti, A hipocrisia do Lula e seus corruPTos não tem limites. O Lula pode xingar o presidente, mas os outros não podem xingar a incomPTente da Dillma!!! Vide esta foto da noticia do jornal:https://www.facebook.com/photo.php?fbid=679891805398589&set=a.379005832153856.103166.100001333268522&type=1&relevant_count=1

Laura em 16 de junho de 2014

Não publico comentários contendo acusações sem provas.

Aline Lemoine em 16 de junho de 2014

Discordo do seu comentário. A voz do povo é a voz de Deus.

Lean em 16 de junho de 2014

O país do carnaval, das baixezas das novelas, de apresentadora semi-nua para crianças, virou pudico agora... êêê Banânia!

Anonimo em 16 de junho de 2014

Ei, Dilma! Deixa de ser incompetente! . Ei, Dilma! Deixa de ser golpista! . Ei, Dilma! Deixa de ser censora! . Ei, Dilma! Deixa de dar prejuízo de 1 bilhão de dólares à Petrobrás! . Ei, Dilma! Deixa de fingir que você não é abortista! . Ei, Dilma! Deixa de tentar passar a culpa das m***** que você faz aos subalternos! . Ei, Dilma! Deixa de ser fingida! . Ei, Dilma! Deixa de financiar a ditadura sanguinária de Cuba! . Ei, Dilma! Deixa de financiar e apoiar a ditadura sanguinária da Venezuela! . Ei, Dilma! Deixa de ser anti-democrática! . Ei, Dilma! Deixa de ser anti-brasileira! . Ei, Dilma! Deixa de ser arrogante! . Ei, Dilma! Deixa de ser antipática! . Ei, Dilma! Deixa de ser canastrona! . Ei, Dilma! Deixa de ser obtusa! . Ei, Dilma! Vai tomate cru?

Antoninho em 16 de junho de 2014

Nossa, apareceu o Marlon, (16:46) atribuindo sensatez, civilizacao e cultura superior para Sra. H. Angel. Eu vou ficar mesmo com os erros menos instruídos e inadequados da voz dos estádios. É muito mais sólido.

Michel Vieira em 15 de junho de 2014

"Já se disse, numa expressão feliz, que a contribuição brasileira para a civilização será de cordialidade: daremos ao mundo o 'homem cordial'." Sérgio Buarque de Hollanda Em nota a esta frase, extraída de "Raízes do Brasil", o autor presta o devido reconhecimento ao criador da expressão "homem cordial" como tendo sido o escritor Ribeiro Couto, meio século antes. E já adverte a respeito de interpretações errôneas da expressão, que não sugere um "homem polido" ou educado, ou cheio de mesuras. "Cordial" vem de "coração". Sim, somos um povo hospitaleiro, generoso, que não consegue dizer diretamente um "não", que se despede dizendo "depois te ligo!". Mas, adverte Sérgio Buarque, "seria engano pressupor que estas possam significar boas maneiras, civilidade. São antes de tudo expressões de um fundo emotivo extremamente rico e transbordante." Ressalta que um povo realmente polido, como o japonês, usa a polidez como defesa ante a uma sociedade com preceitos rígidos e naturalmente opressores. A lhaneza no trato, típica do japonês, equivaleria a "um disfarce, que permitirá a cada qual preservar intatas sua sensibilidade e suas emoções." Assim, o indivíduo conseguiria manter sua "supremacia ante o social". Ele continua, afirmando que "nenhum povo está tão distante desta noção ritualista da vida que o brasileiro. Nossa forma ordinária de convívio social é, no fundo, justamente o contrário da polidez." Para o "homem cordial", viver em sociedade significa fugir da apavorante responsabilidade de ter que se haver consigo mesmo, com suas obrigações, limitações, frustrações e outros "ões". Seria uma forma de nos lançarmos aos outros, para enfim nos reduzirmos, enquanto indivíduos, à nossa parcela "social, periférica, que - no brasileiro - tende a ser a que mais importa." Eis um traço fundamental de nosso povo. Um povo que desconhece qualquer forma de convívio que não seja ditada por uma ética de fundo emotivo - até quando o que menos cabe seja a emoção. São abundantes os relatos de mercadores antigos que percebiam nos negociantes brasileiros a necessidade de fazer amigos e não clientes fiéis. O grau de confiança nas transações adviria do grau de amizade entre as partes ("confie em mim, sou seu amigo") e não de um pacto moral. Fatalmente, estas características iriam redundar em aspectos que tanto nos dizem respeito. Temos horror ao distanciamento individual. Horror à qualquer liturgia, a começar da religiosa. Esta é a terra dos cultos sem obrigações, sem reflexões intimistas, das missas aeróbicas, das manifestações religiosas que dispensam o fiel de "todo esforço, toda diligência, toda tirania sobre si mesmo." O afrouxamento, a humanização, a democratização dos ritos religiosos, mais exuberantes na forma que no conteúdo, "corrompeu pela base nosso sentimento religioso." Nem vamos tão longe assim: tente explicar a um italiano o que é ser um católico não-praticante. Um povo que só aceita de bom grado "as disciplinas ditadas pela simpatia e pela concórdia" não toma fundo conhecimento de nenhuma instituição mais formalizada de sociedade, a começar pela família. Repare nas escalações das outras seleções: os jogadores ostentam seus nomes de família. Raramente isso não acontece. Já no nosso time, isso não ocorre. Sei lá, tirando o Hernanes, é tudo prenome ou apelido mesmo. Já imaginaram um "Hulk" em outra seleção? Nossos maiores ídolos no futebol respondem por seus apelidos - Pelé, Garrincha, Zico - ou por diminutivos, como os Ronaldinhos. Sérgio Buarque já apontava para estes tópicos em seu texto. E a subversão da família leva fatalmente à subversão do Estado, por vezes confundido com a própria extensão do lar. O autor é claro sobre isso: "O Estado não é uma ampliação do círculo familiar, e, ainda menos, uma integração de certos agrupamentos, de certas vontades particularistas, de que a família é o melhor exemplo." E sai-se com Sófocles para mostrar esta incompatibilidade: "E todo aquele que, acima da pátria, coloca seu amigo, eu o terei como nulo." Alguns milhares de pessoas xingaram Dilma Roussef na abertura da Copa. Trata-se de uma platéia ainda pouco acostumada a lugares marcados em estádio. Estavam sim, acostumados a guardar lugares para os amigos. Estão acostumados a comprar de DVD´s piratas, a cartas de motorista, e principalmente a dizer que fazem tudo isso por culpa da crônica falta de fiscalização de governos que eles mesmo elegeram. Nós não sabemos o que é "fair play". Nós cavamos pênalti e achamos que ganhar roubado é mais gostoso. Xingamos a presidente da mesma forma que mostramos a língua para nossos pais. Estávamos protegidos pela turba, pela massa, pela sociedade, pela pouca noção de nós mesmos enquanto indivíduos. Não vaiamos a alta da inflação, a corrupção, o caos na saúde, a educação vergonhosa. Vaiamos a liturgia, o ritual, o respeito às instituições - porque a gente acha isso muito, muito divertido e libertador. Xingamos a presidente porque somos cordiais.

Anonimo em 15 de junho de 2014

A Dilmona nunca mais vai quer ouvir falar de Copa! . O Lula*** nunca mais vai frequentar um estádio! . Ficaram irremediavelmente traumatizados! . Ficaram com alma de juiz de futebol! . hahahaha hahahaha hahahaha hahahaha . viraram o mosquito do esterco (ôpa! não falei palavrão) do cavalo do bandido no filme de bang-bang que passa na fan-fest da FIFA antes do jogo! . hahahahaha hahahahaha hahahahaha

RT em 15 de junho de 2014

Pura aplicação da lei de ação e reação ou causa e efeito. Ela ***** ***** **** e a gente mandando **** ***** **** ****.

Aline Lemoine em 15 de junho de 2014

Ei Dilma *** **** **** ***** ***** ***** esta música foi feita pra campanha da presidenta comuna.

Mary em 15 de junho de 2014

Seu comentário era preconceituoso, próximo ao racista, e por isso foi deletado.

Carlos Steinsfield em 15 de junho de 2014

Nobre jornalista, quais palavras, o senhor cuidadosa e educadamente escolheria, para se dirigir à esta senhora, que está quebrando nosso país, graças à corrupção? Esta senhora, que por má gestão, está trazendo a inflação de volta? Esta senhora, que por decreto, quer acabar com a democracia em nosso país, transformando-o, em uma nova Venezuela? E isto tudo, por um simples motivo: se perpetuar no poder PARA SEMPRE.Este pessoal, quer que os brasileiros sejam educadinhos, para que possam continuar torrando os bilhões, que pagamos em impostos

Maíra em 15 de junho de 2014

Nunca escrevi em sua coluna, mas não poderia deixar de fazê- lo Sim, também achei deselegante a atitude das pessoas do estádio... mas essas mesmas pessoas representam a indignação e insatisfação de toda a nação, quando reclamam de um desgoverno que aí está. Não, não gosto de baixarias... mas como aguentar 8.243? MST? Black blocs? policiais sendo flechados em plena capital do país? Instituições sendo desmanteladas? Malfeitos? ( mal feito foi o vestido que a costureira me fez... foi o bolo que a padaria me vendeu... - sim, Srª Dilma ... não são malfeitos... são crimes... que o seu partido fez...)Por essas e outras que o povo não agüenta mais ( recuso- me a tirar o trema).

Anonimo em 15 de junho de 2014

A Dilmona foi promovida, pelo povo brasileiro, de gerentona a...juíza de futebol!!! . hahahaha hahahaha hahahaha . Coitada da mãe dela!

Ricardo A em 15 de junho de 2014

Caro R.Setti, li atentamente seu comentário e na minha modesta opinião, creio que tem razão, sob o aspecto institucional do xingamento. Entretanto, este mesmo xingamento já foi produzido no dia 30/05 durante um show de rapp e agora repetido na abertura da Copa. Ocorre que a explosão dos brasileiros contra as barbaridades que o desgoverno Dilma e PT é de tal ordem, que mandar ela tomar num lugar menos nobre e onde os brasileiros já estão tomando a muito tempo, é a única forma clara e inequívoca de deixar a mensagem para nossos governantes.Mesmo assim, ela disse que não se abaterá diante dos xingamentos, que continuará sua linha de conduta da mesma maneira. Tem dó!!

Ricardo em 15 de junho de 2014

Isso é só medo da patrulha.

Prof Helena em 15 de junho de 2014

Um palavrão dito em horas certas lava a alma, desopila o fígado. O "prá k7" já é quase um advérbio de intensidade. O advérbio de lugar utilizado nas vaias foi um desabafo, uma ofensa por tudo que o PT tem feito e ofendido o povo que aguenta calado. Não importa se rico ou pobre, branco ou negro, os valores, tão pisoteados por eles, foram devolvidos no mesmo naipe.

pedrusko em 15 de junho de 2014

Quem assiste no camarote presidencial com todas as regalias que ele lhe oferece o que se passa na Venezuela e permite que o povo Venezuelano seja esmagado pelo amigo Maduro merece qualquer predicado, substantivo, adjetivo etc. Setti, seja coerente. A presidenta não nos representa. Ela representa somente seu partido e o projeto de poder desta organização criminosa.

Nélio em 15 de junho de 2014

Argumentam que tanto a oportunidade quanto a representatividade do cargo que Dilma circunstancialmente ocupa são impróprios para os apupos que ela recebeu. OK. Mas ninguém, nem mesmo os PP (Petistas Perturbados) ousa afirmar que ela não faz por onde merecê-los.

Marlon em 15 de junho de 2014

Fico com a pergunta da pergunto feita por Hildegard Angel em sua coluna? Se “a elite é assim tão baixa, como agirão os iletrados, os desfavorecidos, os que não tiveram acesso à instrução e a uma boa formação no Brasil? ”

Angèlìka em 15 de junho de 2014

Setti, não lamente. Quando não se pode vencer o adversário com armas dignas e nobres, bate-se abaixo da linha de cintura. Geralmente se bate com delicadeza na porta quando se quer entrar. Porém, se é um ente querido que está lá dentro e a sala está pegando fogo, o jeito é arrombá-la. Este DESgoverno não escuta o cidadão de BEM e se esconde de nós, covardemente. É portanto compreensível e até louvável não termos perdido essa oportunidade de mostrar-lhes como os vemos. São de caráter baixo e só entendem baixaria. VAMOS MUDAR ISSO AÉCIOOOOOO!

umberto melo em 15 de junho de 2014

...pensando bem devíamos contar até "Setti" antes de xingar, vamos : 1- Passadena, 2- Refinaria de San lorenzo, 3- Labogen, 4- Abreu lima, 5- Petrobras, 6- gastos da copa, 7 Mensalão, 8 ...Xiiiiiiiiiii

J.B.CRUZ em 15 de junho de 2014

Dilma foi no conto dos Institutos de pesquisas eleitorais, que mediante paga, dão-lhe vantagem de intenções de votos sobre seus concorrentes... Onde estava lula nesta hora???... Essas vaias deveriam ser para ele...

Na Planície em 15 de junho de 2014

Amor Caecus (Paixão cega a razão) Comentei, hoje, sobre o fato das ofensas, xingamentos e insultos contra a presidente da repúbica em outro espaço deste blog sem ter conhecimento do texto acima. O que me deixa mais triste e desesperançoso, caro Setti, é que dificilmente se encontra pessoas para repudiar as ofensas e baixarias lançadas contra a chefe de Estado. Ora, repudiar tais agressões deveria ser regra não só aqui nesse espaço mas em todo ambiente civilizado e democrático do Brasil. Mas infelizmente não é o que vemos. Estamos mais próximos da intolerância obscura que grassa na África do que da civilidade que reina em boa parte da Europa.

Valfrido Cânvias em 15 de junho de 2014

Com certeza não se pode apoiar este tipo de destempero. Lembra o que disse o Ministro da Justiça de Lula quando elementos do MST caçaram e assassinaram funcionários de uma fazenda? Não vou dizer agora, apenas gostaria os leitores forçassem a memória. O problema é que a divisória que separa uma vaia do xingamento é uma linha bem tênue. A muito tempo o brasileiro é trabalhado para ser mal educado, relaxado, preguiçoso e displicente com si mesmo e o que passa a sua volta. Suas escolas são ruins com honrosas exceções e sua visão de futuro é ganhar no jogo ou roubar para ficar rico ou enfiar a cara nos estudos para se sentir alguém e manter seu nível de classe média. Pelo que parece, não são meia dúzia de xingadores, muito menos, vão parar pelo que é postado aqui. Eu não estava lá na hora e não saberia dizer se xingaria também ou não, mas posso garantir que o problema é mais dela e seu partido do que meu.

Tuco em 15 de junho de 2014

. . . A Moderação desse Nobre Espaço deveria ater-se a "moderar" excessos (sempre os há), e não mutilar comentários. Sempre tive conhecimento do simpático animal denominado anta. Nos tempos de escola soube que o sinônimo é tapir. Assim, o mesmo animal conheceu os dois gêneros - um privilégio! - a anta e o tapir. Agora, após mais de meio século (e põe mais nisso!), me deparo com um tal de tapirus - que aprendo ser o mesmíssimo bicho: anta, tapir, tapirus... Pra todos os gostos. Como a jabuticaba e a pororoca, a anta é coisa nossa - só há no Brasil. Com outros animaizinhos únicos, vem a enriquecer a fauna pátria. Não sei se a anta encontra-se no caminho quase irretornável da extinção. Deve haver estudos acerca. A anta possui sangue quente e bate um coração em seu peito (a bem da verdade não sei ao certo onde fica o coração da anta, mas posso apostar que fica do lado de dentro...) - diferentemente de um poste que, hodiernamente, mais atrapalha do que auxilia. O poste nos remete a um passado feio, cheio de fios expostos e que há muito perdeu a utilidade. Onde há seriedade no governo toda a fiação é ocultada por debaixo de calçadas etc. Onde não há só mesmo se a iniciativa privada tomar a frente. No Brasil - e só no Brasil! - consegue-se com clareza relacionar-se antas com postes. E em grandes eventos o povo HONESTO, de saco cheio, faz rimas maldosas - porém justificadas! - contra a ****. Grande RSetti e Moderadores: não me amolem, tá? . . . Caro Tuco, leitor que merece toda minha consideração, o moderador aqui sou eu, ou uma única pessoa de minha confiança, cujo trabalho reviso. A anta é um animal simpaticíssimo, mas, quando utilizado para qualificar pessoas, sabemos que é uma ofensa. Eu não publico críticas pesadíssimas, mas não ofensas, como você sabe. Um abraço

Anonimo em 15 de junho de 2014

Eu acho que os palavrões não vão acabar nunca, na cultura futebolística/artística brasileira . É só uma opinião, sujeita a críticas, é lógico (não me xingue, torcida do Galo e do Cruzeiro! hehehe) . Mas que o xingamento à Dilma, tá parecendo praga dos 3 porquinhos, isso tá parecendo! . Aqui se faz, aqui se paga! Diz o ditado popular! . E A VOZ DO POVO É A VOZ DE DEUS! . Praga dos 3 porquinhos! (um deles, que levava xingo da Dilma todo dia, até entrou em depressão!) . Que que ela tinha de estar fazendo ali no Itaquerão, gente! E com a filha! . hahahaha

eduardo em 15 de junho de 2014

não se pode atribuir tal valor ao tometecru que a dilma ganhou ... o xingamento foi apenas uma espécie de galhofa, uma hostilização que o povo fez para demonstrar, por exemplo, que não concorda com o decreto bolivariano 8243, a importação de médicos-escravos, etc...

Anonimo em 15 de junho de 2014

Ricardo Setti, Estádio de futebol, mais de 50.000 pessoas postadas em círculo (antigamente eram 100.000, no Mineirão, Marcanã e Morumbi, mas o "Padrão FIFA" acabou com as gerais e o Lula e a Dilma "falam fino" aceitaram) . 50.000 pessoas querendo falar que a presidente incompetente e *****, é incompetente e *****! . Como você acha que essa torcida vai se expressar? . Como se expressa há milênios (desde a época do teatro grego e do circo romano) . Um belo palavrão, simples e direto! . São 50.000 pessoas! . Tendo que falar, com urgência e indignação, que determinada incompetente, arrogante e autoritária, é incompetente, arrogante e autoritária . Ela merece! Ela merece! Acho que você não leu o comentário.

ZEBEDEU em 15 de junho de 2014

Os insultos q ela levou foram poucos.Num pais mais serio,ou com um povo mais consciente,essa mulher incompetente e ignorante ja teria sido tirada a forca do cargo,pelos desmandos e afrontas e traicoes q fez ao Brasil e ao nosso povo.O nivel baixo das ofensas mostram o desespero e a frustacao do povo com essa gangue.

dexter em 15 de junho de 2014

Eu acho pouco, até. Se nossos atuais governantes fossem tratados por 5 minutos da forma como nos tratam há 13 anos, o novo estádio teria desmoronado. Quer respeito? Conquiste primeiro o direito de ser respeitado. Alias, só chegamos a esse ponto devido à leniência de toda a sociedade com a vigarice instalada em 01/01/2003 e que não quer largar o osso de jeito nenhum. Nem que tenham que fazer " o diabo."

Leonardo Saade em 15 de junho de 2014

O Moacir( como sempre) escreveu muito bem o resumo da polêmica vaia contra Dilma. Concordo com tudo! Acho que agredir verbalmente uma pessoa como ocorreu com Dilma no Itaquerao realmente é muito rude, falta com o respeito. Mas nesse ponto o maior culpado por isso é o próprio PT. Ao incitar o ódio entre as classes, pobres contra ricos, o "nós" contra "eles" , brancos contra pobres, quem incitou o ódio foi o próprio PT. Não devemos nos rebaixar ao novel dos petistas, mas não podemos nos esquecer que a violência em campanhas, foi o PT que inaugurou. O atual residente da Papuda e ex-(ou seria ainda?) homem forte do PT José Dirceu disse em comício registrado por vídeos que o PT deveria" dar um cacete nos adversários nas urnas e nas ruas"! Foi o PT e seus militantes que agrediram o falecido ex-governador de São Paulo Mario Covas em uma cadeira de rodas, se recuperando de um tratamento contra o câncer . Em outras palavras , foi uma atitude nojenta! Não devemos nos rebaixar ao nível dos petistas, e achar que agressões devem ser regra, não devemos tratar disputas eleitorais como guerra como eles faziam e fazem, mas ver Lula e boa parte da cúpula petista indignados com as agressões verbais contra Dilma , mostra a hipocrisia do PT.

Othário Netto em 15 de junho de 2014

Sinceramente, um 'omem' com a tipologia e a folha corrida de Lula da Silva prestaria um significativo favor à humanidade em geral, e ao brasileiro em especial, se calasse definitivamente a boca. Esse elemento, repulsivo em toda a linha, não dispõe de qualquer credencial para tentar dar qualquer tipo lição aos brasileiros - qualquer brasileiro, de presidiário a freiras carmelitas -, sobretudo àqueles que pagam impostos.

Roberto em 15 de junho de 2014

Também concordo com sua visão, pois minha sogra dizia muita sabiamente, quem muito abaixa a bunda aparece, sou crítico duro do PT como um todo, contudo, devemos reservar direito ao contraditório, ou seja, discordarmos com educação, sem nos esquecermos, que a culpa de estarem lá, é também nossa.

geraldo1 em 15 de junho de 2014

Caro Setti, esta foi a melhor jabuticaba inventada em nosso país nos últimos tempos. Se a moda pegar os nossos governantes vão tomar mais cuidado em suas ações e vão respeitar mais o povo. Entendo que foi e é desrespeito falar aquele palavrão para a autoridade maior ainda mais com o mundo vendo tudo, mas, sempre tem o MAS, foi um desabafo espontâneo, uma verdadeira catarse! Sem querer ser mau educado, se pode no nosso, também pode no deles! Abraços!

maria alva em 15 de junho de 2014

Eu sugiro que na próxima manifestação mandemos a "presidenta" tomar caju. Pronto. Seremos educados sem falar palavrões.

Paulo Marcelo Farias Moreira em 15 de junho de 2014

Há pouco tivemos uma agressão ao Joaquim Barbosa. Até a OAB ficou contra as vítimas: o Ministro, o STF, o Poder Judiciário e a República. E quando é contra a Dilma, Genoíno, Dirceu e outros companheiros somos condenados pela possível falta de educação? Só vale para um lado?

Cristaldo-SP em 15 de junho de 2014

Sr. Setti, Também sinto uma certa vergonha de xingar a presidentE eleita de nosso país, mas veja bem... Logo após aquelas monumentais manifestações de junho do ano passado ela foi a televisão e disse que tinha ouvido e entendido o recado. E que medidas tomou?!? N e n h u m a. Agora os recados estão mais diretos e retos. E não são só em São Paulo. Cuiabá, Ribeirão Preto já se manifestaram e outros ainda virão.

Marcos em 15 de junho de 2014

Ricardo, desculpe, mas essa "senhora" e seu partido que promovem proliferação de drogas, que tem vínculo com Farc's e PCC, que promove a imoralidade escândalosa da parada gay, bailes funks à vista de crianças, essa mesma senhora que apóia e tira foto com uma feminazi que ofendeu o sentimento de milhões de cristãos enfiando um crucifixo naquele lugar, mereceu ser mandada tomar naquele lugar mesmo! Ela é uma **** ***** disfarçada de chefe de Estado, não merece nenhum respeiro das pessoas de bem e decentes do Brasil.

analu em 15 de junho de 2014

É a primeira vez que faço um comentário para esta coluna, e dirijo-o ao Moacir 1 (15.06.2014 - 1:56): Sen-sa-cio-nal o seu comentário. Você conseguiu tocar em todos os pontos importantes do histórico lulopetista. Embora eu também não goste de palavras de baixo calão, acho que o desPTizador (15.06.2014 - 2:15) resumiu bem a razão pela qual o povo reagiu como reagiu.

Ismael Pescarini em 15 de junho de 2014

Também discordo do "vá a e i ou". Talvez "**** ****** ******" fosse mais politicamente correto,mas não dá pra esperar um "bobinha, bobinha" e torcida de futebol. Em todo caso, para o Brasil, melhor o xingamento que o aplauso nesse caso. O PT fez por merecer, pois ha muito passou dos limites.

Caio Frascino Cassaro em 15 de junho de 2014

Prezado Setti: Acabei de ver a opinião do Olavo de Carvalho que terminou por resumir tudo que eu e muitos postamos abaixo. "Por quê estão xingando a Dilma? O governo petista habituou a população a desrespeitar tudo: as Forças Armadas, a Polícia, as Leis, o próprio Deus. Se esperava sair ileso e ser aceito como ÚNICA coisa respeitável em meio do esculacho universal, então é mais louco do que parece." Olavo de Carvalho Abs

JT em 15 de junho de 2014

Na primeira vez que fui a um estádio de futebol eu tinha 12 anos. Meu pai me levou junto com meu irmão para ver Palmeiras e Guarani em Campinas. Sentamos numa arquibancada de cimento áspero perto da torcida organizada do Verdão. Nunca ouvi tanto palavrão em apenas 90 minutos. Vaias e palavrões são a tônica num estádio de futebol. É o juiz, é o bandeirinha, é o perna de pau, é o adversário: ninguém está livre de ser vaiado e xingado. Aí começaram a reformar os estádios e deram um nome bonito para eles: arena. Com isso deram um recado: vamos elitizar o futebol com ingressos mais caros e gente mais "limpinha" nas cadeiras numeradas. Esqueceram que as arenas eram lugares onde os romanos viam leões destroçarem cristãos, e onde mexicanos e espanhóis assistem, ainda hoje, animais morrendo pela espada de toureiros. Palavrões, vaias e arenas são uma combinação lógica. Se um Imperador nunca foi vaiado no Coliseu de Roma, é sinal de que, na Roma Antiga, não havia democracia. Numa democracia de verdade, a vaia é um direito da população. O palavrão é resultado de sua educação, sonegada pelo próprio Estado. Então, querida Dilma, me desculpe, mas se você vai vestida de verde no estádio do Timão, o time do povão, então não reclame de tomar vaias e de ser xingada. Esse é o Brasil para o mundo ver, onde o futebol é o espelho da selvageria de uma nação.

razumikhin em 15 de junho de 2014

Concordo. Dilma Rousseff é uma incompetente, é leniente com a roubalheira, há suspeita de que seja cúmplice da quadrilha que assola este país, é uma figura pública lamentável, *** **** **** ***** no Rio de Janeiro, integrante de quadrilhas terroristas que cometeram vários crimes e até assassinatos, mas xingamento não. Definitivamente, não!

Maria em 15 de junho de 2014

O Lula pode chamar o povo de babaca e dizer todas as palavras de baixo calão. O povo deve se comportar sempre educadamente. Ao que me consta o linguajar do futebol nunca foi dos mais cultos. Basta ver as palavras que os técnicos dizem aos jogadores. Até agora não vejo porque esse deus nos acuda. Quem não se dá ao respeito...

Claudio em 15 de junho de 2014

Concordo contigo Setti. Já nos roubaram muitas coisas, se nos tirarem a civilidade também, então não haverá pelo que lutar.

Caio Frascino Cassaro em 15 de junho de 2014

Prezado Setti: Por que só devemos repudiar o impropério quando dirigido ao eventual ocupante da Presidência da República? Como princípio e valor universal, devemos ser contra dirigir palavras de baixo calão a quem quer que seja - até juízes de futebol. Porém, amigo Setti, o fato inelutável que está por trás dessa história é que o brado "Ei, Dilma, vai tomate cru" é apenas e tão somente o resultado da política de divisão da sociedade em grupos - brancos contra pretos, homens contra mulheres, ciclistas contra motoristas, homossexuais contra heteros e vai por aí afora. É o resultado, como afirmei no comentário que fiz em seu outro post sobre o assunto, da tentativa de promover na marra o tal "corte epistemológico", substituindo toda e qualquer noção de hierarquia por um igualitarismo ridículo onde não importa em absoluto o cargo que a pessoa ocupe. Não existe mais o tratamento de "Senhor" ou "Senhora", "Vossa Senhoria" ou "Vossa Excelência": todo mundo virou "Você", o que obviamente deixa todos no mesmo nível, seja João, seja Maria, seja Luizinacio, seja Dilma. Nunca vou esquecer um programa de resenha política que passava na Record lá pelos idos de 1982, no finzinho da ditadura. O condutor do programa era Hélio Ansaldo e um personagem que ali participava com frequência era o ex-Presidente Jânio Quadros, uma espécie assim de convidado de honra. Pois bem, uma certa ocasião um jornalista, desses vermelhinhos tão comuns nas redações de jornalismo de nossos meios de comunicação, dirigiu-se ao ex-Presidente e perguntou-lhe: "Jânio Quadros, VOCÊ não acha que ..." (não me lembro sobre o que era a pergunta e, só como detalhe, todos os outros tratavam o ex-Presidente por "senhor"). O ex presidente deu um longo suspiro e respondeu: "Caro senhor: a intimidade gera duas coisas: filhos e falta de respeito. Como não desejo ter com o senhor nem uma coisa e MUITO MENOS A OUTRA, por favor trate-me por SENHOR". Sensacional. Enfim, essa gente destrói o conceito de autoridade, de formalidade, e reclama de falta de respeito. Luizinacio exerceu a presidência como se fosse um dono de botequim, que conhece todos os clientes pelo nome, fala a barbaridade que quer e xinga seus concorrentes de toda forma possível, jogando na lata do lixo a necessária LITURGIA inerente ao exercício do cargo de Presidente da República. Como disse o personagem de Umberto Eco em "O Nome da Rosa", William de Baskerville, "...todas as coisas são signos ou signos de signos." Na medida em que se banaliza tudo elimina-se o caráter hierárquico das relações, transformando a vida em uma geléia onde tudo se encontra misturado e portanto, indistinguível. O ser humano em grupo normalmente se comporta mal. O anonimato que nos confere a multidão nos transforma em ogros. Quem nunca foi a um campo de futebol e gritou para o infeliz de preto que apita o jogo "Ei, juiz, vai tomate crú"? Qual palmeirense que nunca gritou para seu ex-presidente "Ei, Mustafá, vai tomate crú"? É bonito isso? Não, claro que não. Mas é apenas uma violência RETÓRICA e sem nenhuma consequência, a não desopilar o fígado dos envolvidos na gritaria. É muito mais violento quando Luizinacio chama todos de babacas dizendo que "...é babaquice querer ir de metrô até o estádio", quando Dilma vai à televisão em rede nacional fazer campanha política, quando tentam criar a União da Repúblicas Socialistas Soviéticas do Brasil via decreto, quando abraçam todo tipo de ditador no terceiro mundo por identidade ideológica, quando... vou parar por aqui senão o comentário não vai acabar nunca. Só não posso deixar de notar que TODAS essas formas de violência praticadas por Luiznacio, Dilma e sua tchurma provocam muito menos escândalo em nossa imprensa, sendo infinitamente mais graves. Finalizando, os eventos ocorridos no estádio são mostra de duas coisas: primeiro, que o ser humano em bando se transforma em algo que não é no dia dia, onde a maioria consegue expressar suas discordâncias de forma civilizada; segundo, que o PT, com sua visão de mundo a partir da luta de classes e de transformar o mundo em um Fla-Flu trouxe ao nosso meio social um ódio que eu nunca havia visto em 55 anos de vida, e está colhendo os frutos dessa política. Quem semeia ventos, colhe tempestades. É óbvio que isso não vai acabar bem. Abs

Marcelo em 15 de junho de 2014

a análise é excelente e faz todo sentido... somente faltou um item: as urnas eletronicas sao confiaveis?!?!?!? lembrando que sao poucos os países que a adotam

Ademar filho em 15 de junho de 2014

Escrevi sobre o termino da tolerância com o PT, alguns dias atrás, aqui no seu blog. Quantos de nos já xingou um ente querido, numa situação extrema? Mas está não e a questão, pois a guerrilheira, travestida de poste e mensageira do nove dedos, tem cantado a musiquinha a, e, i , o, u para nos , quase todos os dias, inclusive com a publicação do decreto bolivariano, que se de fato entrar em vigência, nos brasileiros seremos transformados em cubanos. Com esse decreto os petistas vão nos estuprar. Estamos numa luta muito maioru, pois os petistas já tomaram boa parte da estrutura do estado, da mídia, da imprensa. Parece-me que senão apearmosu essa escória do poder, nem o a,e,i,o,u vai nos restar, pois na segunda fase do plano de poder deles, nem o seu blog vai estar aberto, para a gente desabafar. Você tem razão sobre a educação, mas creio que neste momento , o importante e demonstrar nossa absoluta urejeição a essa seita do mal.

curioso em 15 de junho de 2014

Pergunte ao rui Falcao, ao terrorista Franklin Martins, ao Gilberto Carvalho o que eles achariam se o xingamento fosse contra o Alckmin, por exemplo. Desculpe, mas ADOREEEEEEI.

joel lima em 15 de junho de 2014

Ouvi comentários em que se diziam que ficaram chocados com a grosseria do público, pois esse era um público que teve uma educação bem acima da média nacional. Acho isso uma grave confusão. Nível educacional e o comportar-se de forma civilizada não tem relação nenhuma. Cria a idéia totalmente furada de que quanto menos dinheiro, mais sem educação a pessoa é. Classe social não tem nada a ver com agir com classe. Agir com classe, de forma civilizada não é monopólio de classe social nenhuma. Os grosseiros, sem educação são encontrados em todas as classes socias. Aliás, a falta de educação deste tipo de público em estádio de futebol nem é nova. Em 2001, num jogo de eliminatórias em que o Brasil venceu no último minuto, o público, ao final da partida, jogou as bandeirinhas no campo, sem sinal de protesto.

Vitor de MIranda em 15 de junho de 2014

Sr. Setti, A respeito das vaias para a Dilma é preciso divulgar o texto a seguir do Olavo de Carvalho: “Por que estão xingando a Dilma? O governo petista habituou a população a desrespeitar TUDO: A Ordem, a família, a moral, as Forças Armadas, a Polícia, as leis, o próprio Deus. Se esperava sair ileso e ser aceito como a ÚNICA coisa respeitável no meio do esculacho universal, então é até mais louco do que parece.” SDS, Vitor de Miranda

Mario Sergio em 15 de junho de 2014

Perfeito,ela,Barbosa e Renan representam os poderes da república e merecem respeito de todos nós.Ocorre que,estádios de futebol têm lógica própria e a massa foi levada por uma arma do PT.Só para lembrar,eles (do PT)sempre ofenderam SARNEY,COLLOR e FHC ,inclusive atirando objetos neles,agora recebem o mesmo tratamento.

carlos nascimento em 15 de junho de 2014

Ricardo, Sou leitor de seu blog desde o primeiro "segundo" de sua criação, tenho orgulho em manter sintonia com os seus ideais de pensamento, tenho aprendido bastante com essa convivência, COMPREENDO o seu modo de avaliar, mas pense bem, chegamos ao limite extremo da indignação, até o FHC,sempre polido, ontem por ocasião da Convenção do PSDB, desabafou, chamou os adversários por merecidos adjetivos, tem hora que "polidez" soa covardia, o xingamento direcionado à Sra. Dilma Rousseff, foi proferido em um ambiente diferenciado - Campo de Futebol - onde até a genitora dos árbitros são costumeiramente homenageadas, portanto, o ambiente tem esse padrão, não espere que num Estádio de Futebol os protestos tenham a mesma polidez dos púlpitos de uma Oxford, Sobornne ou Harvard, lá a adrenalina estará sempre em alto grau, porém, espelhará a verdade que vai no fundo da alma de cada cidadão. Acho que antes de perder tempo em julgar as pessoas que xingaram, seria melhor AVALIAR as causas que levaram essas mesmas pessoas a tomarem essa atitude. abração.

Louisc em 15 de junho de 2014

Não e' legal, educado xingar alguém com palavrões, mas por outro lado esse governo de incomPTentes escarnece todo dia do povo brasileiro: péssima infraestrutura de mobilidade urbana; corrupção, negociatas e tentam camuflar, dissimular e enganar a população com declarações mentirosas em rede nacional de radio e TV. Decreto bolivariano na calada da noite. Recebeu o troco. Simples assim. E espero que deem o troco democraticamente nas eleições de Outubro.

Malu em 15 de junho de 2014

Outra coisa: acabei de ouvir o discurso de Lula em Pernanbuco . Ele além de culpar a elite de Sao Paulo ,tambem culpou parte da mídia que segundo ele esta jogando o povo contra a presidente e ainda disse que essa mesma mídia agora fica dizendo que nao aprova os xingamentos. Acho que ele andou lendo os blogs aqui da Veja. De tanto culpar os "brancos", Lula vai terminar seus dias na cadeia, por racismo.

Malu em 15 de junho de 2014

Caro Setti, o problema e que tudo foi muito espontâneo . Na verdade virou hino nacional. O a e i o u vem sendo cantado ja a algum tempo,nao foi a primeira vez e li e vi no youtube que o hino foi cantado tambem "pelaszelite" branca, classe media que foi ao estádio de Cuiabá e tambem no Mineirao; ou seja, quanto mais eles espernearem mais a coitada vai levar trolha em todos os jogos da Copa. O problema e que ao invés de deixarem apenas os contra nas redes e mídia nao, lá foi o Lula vociferar e ameaçar os tais "eles", sujeito oculto tao popular em seus discursos.O povo nao e mais bobo e nao esta mais se deixando enganar como antes.

o desPTtizador em 15 de junho de 2014

Para quem ficou com peninha da presidentE ter sido espontaneamente vaiada, lembre-se: o decreto BOLIVARIANO que ela emitiu [8.243/14] é uma forma de MANDAR A NOSSA DEMOCRACIA T**** **** ***** **** !

Ruy em 15 de junho de 2014

Caro Ricardo, Como sempre, concordo com você. Vaia é coisa distinta de ofensas e xingamentos. A figura institucional do/a Presidente da República deve ser respeitada e dar-se ao respeito. Creio que a manifestação ocorrida durante o jogo do Brasil - embora, repito, censurável - tem relação direta com a tentativa da gerentona de esconder-se, com medo de receber uma sonora vaia. De fato, ela não fez nenhum discurso, não fez anunciar sua presença, sequer declarou aberta a Copa do Mundo, como é praxe, e foi sentar-se na penúltima fileira da tribuna. No momento em que o Brasil fez o primeiro gol, a TV da FIFA, que gera as imagens, a projetou no telão do estádio. Todos, então, puderam ver que ela lá estava, embora escondida. O meio que encontraram de vaiá-la foi identificando a destinatária da reprimenda. Para tanto, usaram o mesmo método e as mesmas palavras usualmente utilizadas nos protestos contra os árbitros que desagradam os torcedores... Repito: não se deve xingar ou ofender as autoridades legitimamente constituídas. Mas as autoridades legitimamente constituídas não devem se esconder do povo. Dilma foi buscar lã e saiu tosquiada.

Moacir 1 em 15 de junho de 2014

Prezado Setti, Acho que talvez você , mais do que muita gente ,sabe que eu muito raramente uso palavrões.Não sei quantos comentários meus você moderou nesses 2 anos ,mas foram muitos.Muito raramente ganhei um asterisco.A mim parece que xingar socialmente, é uma demonstração de falta de civilidade,é claro,mas também de não domínio das palavras ou de pouca competência ao usá-las.Falo pouquíssimos palavrões e só com pessoas com as quais tenho muita intimidade. Mas ultimamente estou xingando mais.Estou injuriado e como eu muita gente,Todos os dias .E em público.Não sei se é porque se fala cada vez mais- e se estuda e se escreve de menos - geralmente com os sujeitos desencontrados dos verbos e estes dos seus objetos,todos perdidos no gênero,número e grau - e a sintaxe? - esqueça! Na realidade passamos a dominar menos a linguagem e, portanto, a precisar dos palavrões para nos expressar melhor. As mulheres falam mais palavrões em público do que antes,as crianças utilizam linguagem ofensiva antes de frequentarem a escola.Aprendem na televisão.Há mais palavras ofensivas em programas de televisão do que nunca, e as letras de música não estão usando qualquer produto de limpeza.Para não falar dos livros .Então, é vulgaridade mesmo.Para todo lado.As contrações de palavrões ,por exemplo,são cada vez mais usuais: putz,caracas pô e por aí vai. O nosso maior tabu ,hoje ,não é sexo é raça.Comentários racistas, sexistas e homofóbicos são muito menos tolerados hoje do que há uma geração atrás.Já a nudez... é banal, Todo mundo faz sexo nos filmes,teatro ,novelas . O que seria estranho é que as pessoas não estivessem cada vez mais à vontade para xingar em público, tendo a linguagem tornou-se tanto mais livre quanto mais mais grossa, dependendo da perspectiva. Para aqueles que os utilizam, os palavrões estão ligados à emoção de uma forma visceral. As pessoas que falam mais de uma língua, geralmente só os usam na língua mãe.Presta atenção. Podem até dizer palavrões em um segundo idioma, sem dúvida,mas eles não lhes parecem palavrões ,não tem som obsceno,não conseguem ser sentidos assim. A ligação com as emoções simplesmente não está lá. Há cinco anos atrás, eu provavelmente não teria sido capaz de teclar neste blog que algo "é uma merda." O fiz hoje...entre aspas. Eu não tenho certeza de que a web seja a causa da descontração, no entanto. É verdade que o anonimato da internet criou um estilo de expressão, que é sujo de uma forma sem precedentes . Mas a web, com todo o seu nivelamento e ambições de equalização, é o produto da constante expansão das forças democráticas.Então está perdoada. Hoje expressar uma ofensa em público é uma questão de demarcação territorial , mais que de quebra de hierarquia.Foi assim que eu e muita gente interpretou as que contemplaram Dona Dilma. Acho que a imprensa internacional - mais distante e imparcial - captou bem a mensagem.Afinal presidentes sendo vaiados pelo mundo afora é coisa corriqueira.Se a gente joga no Google - OBAMA WAS BOOED - são 10 páginas de vaias.E olha que por lá as criancinhas tem aula de moral e civíca no jardim de infância e recitam de cor a 1a emenda ainda no ensino fundamental.Liberdade de expressão por lá é coisa séria. Comentei por aqui que no grito tribal - pois foi isso ! - a mídia estrangeira percebeu hostilidade e insatisfação.Um fato político, um grito de guerra.Uma ansiedade coletiva. A honra da pátria não ficará manchada.O IBOPE do governo sim.Foi o PT que perdeu prestígio.Não os torcedores.Mesmo assim,ELES não descem do salto ou encaram a real. Pelo que tenho lido nos blogs petistas da gema o estádio estava 50% ocupado por VIPs - a culpa é da Fenandinha e seus gêmeos , do Luciano e da Angélica e do Serra - e 50% por marcas.Entre elas foquei na Budweiser.Se esquecem os cumpanheiros que para a Budweiser poder vender cervejas dentro dos estádios ,a Fifa exigiu que a PresidentA , mudasse as leis desse país.E elA obedeceu! Porque raios a Bud vaiaria a Dilma? A vaia do Itaquerão foi mal educadíssima,é claro, mas não deveria ter sido uma surpresa.Nos últimos 12 anos, os governos lulopetistas deram o melhor de si para implementar uma política dividindo o país entre "NÓS" e "ELES". "É Lula de novo, com a força do povo". O "probrema" é que a classe média desse país deixou de ser POVO.Nós ficamos orfãos de presidente, embora banquemos suas políticas sociais,pois somos nós a pagar os impostos e a gerar postos de trabalho e riqueza. Lembra das palavras da Chauí? "A classe média é uma abominação política, porque é fascista, é uma abominação ética porque é violenta, e é uma abominação cognitiva porque é ignorante. Fim". Desnecessário seria frisar que enquanto ela falava e em seguida era ovacionada,Luizinácio se divertia a 2 metros de distância. Porém... temos uma nova classe média C - graças às políticas de distribuição de renda - oriunda de mais abaixo na pirâmide. Umas 3 dezenas de milhões de pessoas .O plano era que tais brasileiros melhorassem de vida mas continuassem militantes e proletários.Faltou combinar com os emergentes que passaram a se comportar como todas as classes médias do mundo. E então...danou-se! Os petistas não estão conseguindo suprir-lhes as demandas por serviços públicos.Ou para eles inventar discurso. Sem planejamento de um lado,sobra insatisfação do outro E votos para as oposições. Portanto apesar de Luizinácio afirmar que a vaia teria por autores os maiores PIBs de Sum Paulo, o fato é que segundo a última pesquisa do Datafolha , a aprovação de Dilma no Estado é a mais baixa no país - 23% ! - versus uma média nacional de 33%. A VAIA FOI CLASSE MÉDIA! Com os escândalos sempre muito mal explicados, a bolivarianização deztepaiz e, principalmente,a bagunça na economia by Dilma, os altíssimos níveis de popularidade delA, desde o ano passado, estão em declínio. Para onde vai a Presidenta é vaiada.Inclusive no Nordeste - onde possui 2 vezes as intenções de votos das oposições somadas - e por várias vezes ,inclusive num evento organizado em Salvador, pelo PT , onde a plateia era semi-amestrada. DILMA ESTÁ CAINDO TAMBÉM NO SEGMENTO DENOMINADO SUB-PROLETARIADO. O mundo presenciou, ontem , no Itaquerão,a PresidentA encarar a própria rejeição.Ela foi alvo de algo que nos últimos anos havia sumido das nossas praias.De Oposição."Nós" fomos maioria ontem na CopA DELES.Só isso.Nos telões espalhados pela cidade a galera comemorou gol e vaia.Foram até agora 268 mil os que tuítaram. Por certo que lamentamos que os ânimos estejam tão acirrados e acho que um FORA DILMA teria repercutido do mesmo jeito.Mas não fomos NÓS que começamos esse enredo.É claro que ela vai dar de ombros e que o Oráculo vai vitimizá-la .É do jogo. Tem ainda um aspecto, nesta história, a ser comentado FHC foi vaiado.Lula foi vaiado no Maracanã.O que não é nenhuma façanha.Li faz tempo - não tenho certeza! - mas acho que foi o Nelson Rodrigues contando que em meio a um jogo por lá , teria sido anunciado o falecimento do famigerado Castelo Branco e sido solicitado um minuto de silêncio em sua homenagem. E então a galera vaiou o silêncio.Fico imaginando como será o encerramento da Copa .Uma vaia maracanazzzzza,com certeza. JK também foi vaiado humilhantemente.Pegou o microfone mais próximo e mandou ver: "Feliz é o país cujos estudantes podem vaiar seu presidente!" Mudou o humor da rapaziada que terminou por aplaudí-lo.Foi o que faltou a Dona DilmA .jogo de cintura.Peito para enfrentar a situação e virar o jogo.Autoridade.Atitude.Ela preferiu ceder seu lugar para as pombas.Nuncanteznahiztóriadezteplaneta, pombas abriram uma copinha.Magina A CopA das Copas ElA permitiu - e sorriu amarelo! - quando Luizinácio a chamou de Poste.Diante de qualquer turbulência ,a CriaturA embarca no Aerolula e vai beijar a mão do seu Criador!Como engolir os "Volta Lula"? Como se curvar à presença cada vez maior do Oráculo nas inserções do PT? Na propaganda delA? Na costura dos palanques regionais? Sexta-feira passada , num evento em Porto Alegre o Luizinácio falou, abre aspas: " Eu já -----MANDEI ------a Dilma e o Guido irem lá para a City ,falar bem do Brasil" E depois caiu de pau em cima do Arno. OU DELA? Como diz o Barba : O povo não é besta.Sabe que ela preside muito pouco.Que elA é presidida por elE. O Itaquerão oposicionista não xingou - grosseiramente - Dilma Vana Rousseff,a PresidentA do Brasil. Mandou às favas a mentira.Disse um basta à farsa.Disse chega à um projeto de poder que não é delA.Ele fica em casa tomando 51 enquanto ela ...coitada ...se esconde atrás do Blatter, e divide com o cartola as grosserias.Um homem valente esse Luizinácio. Não posso ,diante do exposto, lamentar o dia em que "NÓS" nos percebemos capazes de desafiar os cumpanheiros. E o fizemos para o mundo ver. Barba ,cabelo e bigode: Um ---FORA PT!-----que mesmo sem tradução simultânea, até o Ban Ki-moon entendeu. Ali no Alvorada Dilma está apenas passando uma chuva.É CO-adjuvante, CO-autora,CO-candidata, Co-presidente , CO-Poste e não do NOSSO Brasil mas desta Banânia DELES,que Luizinácio inventou em 2003. Lula nunca levantou da cadeira.Jamais desceu a rampa ou tirou do ego a faixa presidencial. Mas embora ainda PresidentO ,o PinóquiO não vai dar ao Brasil aulas de sinceridade e de ética.E muito menos de educação doméstica.Pois não se pode dar o que não se tem. Finalizando, eu prefiro "NÓS" vaiando do que "ELES" vandalizando o país. VAIA ,BRASIL! Abraço

o desPTtizador em 15 de junho de 2014

Como foi algo espontâneo não dá para condenarmos, Setti! Se fosse algo planejado, aí sim, dava pro povo gritar: DILMA, FORA... DILMA, FORA! Mas não deu...

Fernando em 15 de junho de 2014

Parabens pelo post Ricardo Setti, Como brasileiro no exterior, a mensagem que passa eh da falta de educacao e e grosseria dos brasileiros, o que nos envergonha a todos. Cresci tendo dificuldade de tolerar as grosseirias de muitos militantes do PT, infelizmente muitos que se acham do lado oposto, os neocons, estao ficando muito parecidos com eles. Um lado nao entende de economia, e o outro nao respeita as diferencas. Novamente parabens pelo carater tb educativo de seu post. []s!

LOGOMARCO em 15 de junho de 2014

As regras para publicação de comentários no blog, conforme relembrei aos amigos leitores incontáveis vezes, não aceitam textos escritos somente em maiúsculas, em respeito à boa educação, aos leitores e seguindo uma norma internacionalmente praticada na web. Como presumo que você saiba, palavras em maiúsculas significam palavras gritadas, não é mesmo? Confira as regras no link http://goo.gl/u3JHm Obrigado

No estádio em 15 de junho de 2014

Olha, se eu estivesse lá na hora, engrossaria o coro.

RONALDE em 15 de junho de 2014

"Olho por olho, dente por dente".

RONALDE em 15 de junho de 2014

Dilma disse que ia fazer o diabo na eleição. O satanás está se virando contra ela. Os senhores concordam que o Aécio seja acusado de ****** por petistas da Prefeitura de Guarulhos? Talvez ele preferisse receber o mesmo xingamento que a Dilma teve e vai continuar tendo daqui para frente. "Quem com ferro fere, com ferro será ferido".

RONALDE em 15 de junho de 2014

Caso Dilma tivesse discursado receberia somente vaias.Desrespeitoso ou não, o xingamento mostra a verdadeira face do que o povo pensa do lulopetismo. Em Minas ela foi xingada novamente e não estava no estádio e ela é mineira.

freed em 15 de junho de 2014

Você exagerou na educação. Está parecendo o Serra e o Alckmim, usando brandura nas palavras nos debates com petistas. O PT passa em cima da gente e de qualquer um como um trator, a única linguagem pra tratar com o PT é a canelada. E nós o povo não aguentamos mais, tanto roubo, tanta mentira. Foi pouco, devemos continuar, estamos no caminho certo, quanto mais oposição melhor. A forma de opor- se a tudo isto que aí está, o povo encontrou no dia do jogo.Com educação ou sem, nós queremos eles fora antes que acabem com o Brasil. Chega de sermos condescendentes. Veja os que eles fazem na internet a mando do PT. É jogo pesado.Por quê ser educado? De minha parte, eu não utilizo contra adversários "armas" que, quando eles delas lançam mão, considero indignas. Isso me igualaria a eles.

carlos em 15 de junho de 2014

simples assim. concordo...

Canguru em 15 de junho de 2014

Setti, Me parece óbvio que o ocorrido é falta de educação e nisto estou de pleno acordo contigo. Entretanto, quem acompanha futebol sabe que este coro vive se manifesta com os mesmos dizeres para juízes, bandeirinhas, jogadores, técnicos e outros a longa data. Nunca vi manifestações de repúdio por parte de qualquer jornalista por isto estar sendo transmitido ao vivo pela TV.... Queriam o quê? que na copa fosse diferente? Não dá! Agora o que vem sendo feito no sentido de desqualificar a atitude como típica da "elite branca paulista" é uma afronta sem tamanho! Isto é tentar distorcer a realidade para vitimizar a nossa presidente (da qual não sou eleitor, se restar alguma dúvida). Portanto, se estes mesmos comentaristas esportivos viessem falando a longa data sobre o tema e fosse uma posição dos mesmos, eu seria o primeiro a dar o maior apoio. Agora, o posicionamento que isto vem tomando dá contornos claros de uma tática de vitimização da candidata Dilma para favorecê-la politicamente. Isto é tão inaceitável quanto todos os xingamentos proferidos no estádio. Acredito que este contraponto mereceria um destaque na sua coluna também!

Jose Francisco em 15 de junho de 2014

Amigo Setti Eu tenderia a concordar com você porque participo - via de regra - desta busca de uma forma respeitosa de tratar todos os seres vivos. Contudo, temos sido vilipendiados por essa quadrilha (Dilma no meio) todo santo dia. Abro o jornal pela manha e vejo o jornal televisivo da noite e só se escuta os roubos e ludibrios de que nos contribuintes somos vitimas todos os dias por essa horda de vagabundos do PT e sua turma. Assim, prefiro esquecer a minha finesse e perguntar com todo o respeito : Dilma, você já foi ??????

Silvio em 14 de junho de 2014

Também não sou favorável à xingamentos à presidente, mesmo considerando-a incompetente, arrogante e cuja direção de governo implica em uma tentativa de ceceamento da liberdade, constituindo uma afronta à constituição e à democracia. Porém, a presidente e seu partido também são responsáveis pelo que ocorreu no jogo inaugural da Copa.Veem incitando a violência quase que diariamente quando apoiam invasões em áreas privadas pelo MST,e ainda recebem seus líderes após confronto com a PM próximo ao Palácio do Planalto, onde vários soldados foram agredidos covardemente; quando se calam e consentem que os chamados "sem teto" se apropriem de espaços privados (terrenos) à força e a presidente os chama para negociar e se compromete a lhes dar o bem particular para a construção de casas.Incentivo à violência é o seu partido estar ligado ao PCC, é estar condescendente com os black blocs. Portanto, embora também não concorde com a atitude, tendo a compreende-la. Aquelas pessoas que estavam na Arena representam a parte da sociedade mais esclarecida,mais bem educada e mais bem informada. São esses os brasileiros, que alguns seus colegas jornalistas,chamaram de elite branca e rica paulista ( não havia só paulistas no estádio ), que sustentam o país com seu trabalho honesto, pagando a maior parte dos impostos que o Brasil arrecada, e que suportam todos os programas e bolsas assistenciais aos mais carentes. São esses brasileiros, muitos pequenos e médios empreendedores, que criam milhões de empregos e são os reais pilares da distribuição de renda. São essas pessoas decentes que não aguentam mais um governo corrupto,incompetente,arrogante,que está destruindo os valores morais e éticos da sociedade, além de pouco à pouco tentar implantar um socialismo de botequim no país. Antes do Sr. rejeitar veementemente a atitude em relação à presidente, o jornalista deveria se perguntar por que? Provavelmente porque a presidente não governa para essa gente branca paulista e rica e não se vendo representada não enxerga em Dilma a chefe de estado que merecesse o devido respeito pelo cargo que exerce.

Celso em 14 de junho de 2014

Não comento nada a respeito de colegas blogueiros, por uma questão de ética.

Tuco em 14 de junho de 2014

. . . O Grande RSetti é um cavalheiro irrecuperável! Mas perde o foco quando não sopesa, no macro, o ocorrido concretamente... De fato, há de haver educação e bom senso, há de haver critério e polidez ainda que seja para externar a contrariedade. Por esse ângulo é de se concordar que uma Chefe de Nação não pode ser achincalhada. Mas a tudo existe peso e medida - e isso também há de se concordar! A ***** é fruto de uma canalha descarada, que vem atraiçoando o povo sem dó, sem piedade. A **** foi alçada por um ajuntamento de criminosos cujo núcleo duro encontra-se em cumprimento de penas numa penitenciária - e sabe-se que um certo nojento até agora safou-se de engrossar a lista de condenados. Observe-se as agruras do povo à mercê da sanha desse partido se celerados. A bola de vez é essa malfadada Copa que, como um remédio ao contrário tem em seu efeito colateral parcos noventa minutos de alegria aos torcedores. Todo o resto que orbita esse rega-bofe de desmandos, ladroagens e maracutaias restará como um legado de penúria ao Brasil... Observemos por esse dantesco aspecto. Desculpe-me, Grande RSetti, mas recomendar à *** *** **** **** ***** **** **** ***! . . .

Jovi em 14 de junho de 2014

Setti, não apoio xingamentos mas a forma como os petistas se comportam nas redes sociais como também no exercício das funções públicas, maltratando o povo em benefício do seu partido, que o que aconteceu na abertura da copa foi uma forma de desabafo. Por favor, se puder dê uma olhada nos comentários no site da Folha, na reportagem que informa sobre a convenção do PSDB, os MAVs invadiram os comentários, com comentários de baixo nível.

PCManhumirim em 14 de junho de 2014

Foi grosseiro, mas não creio que seja algo pessoal. Não é à presidente que xingaram, xingaram o governo dela e tudo que ele representa, isto é, PT, incompetência, corrupção, autoritarismo e o vale-tudo para se perpetuarem no poder. Quem pode dizer que ela e eles não merecem se confrontar com essa insatisfação geral?

ORF em 14 de junho de 2014

Sr. Setti: Em um comentario que fiz ha algum tempo, o senhor respondeu que nao expeculava sobre o future, ponto final. Diante do que o senhor escreve hoje pergunto: O que acontecera no Maracana, no encerramento da Copa, quando os torcedores souberem que Dilma esta no estadio? Acho que você e eu sabemos a resposta.

Marta em 14 de junho de 2014

Foi horrível o que aconteceu, sim, e acho que nenhuma pessoa educada e decente pode se regozijar com isso. Por outro lado, convenhamos, um governo que passa a mão na cabeça de invasores de propriedades alheias ( isso sim, coisa grave ), só para citar um exemplo, pode esperar um povo respeitador das instituições? Lamento tudo isso tanto quanto você, estimado colunista e torço para que se restabeleça a ordem e a paz que tanto prezamos.

umberto melo em 14 de junho de 2014

Oi Setti, oi Setti, oi Setti....!! quem planta VENTANIA colhe tempestade, feliz do homem que colhe o que planta, nada acontece por acaso !! esses farsantes não merecem sua compaixão !!!

Cidadão Quem em 14 de junho de 2014

Olha, Setti, para dizer a verdade, eu nem a estádio vou. Não gosto da bagunça; o ambiente causa-me ansiedade. Agora, aprovo a livre manifestação. E o grau de insatisfação das pessoas desce a isto - a palavrões. O que elas podem fazer? Pedir licença? Dizer "por favor"? Sugerir que os governantes tenham mais juízo, sendo quem são? Ora, Setti, esse é o terror das massas. São descontroladas e incontroláveis. Um mero "boooo" jamais teria o efeito do "Dilma, a, e, i, o, u". Jamais. A esta altura, a "presidenta" deve estar pensando em tudo o que fez e não fez. Se tiver um mínimo de discernimento, deve estar em "autocrítica". É bom. Que revogue 90% de seus atos.

ORF em 14 de junho de 2014

Sr. Setti, os termos do recado que mandaram a Dilma, eh linguagem comum nos estadios. Como tratam os juizes e bandeirinhas? Como tratam os cartolas? No campo de futebol eh normal o uso de palavroes. Ate no Congresso eh assim? E quantas vezes Lula falou palavrao e usou palavras de baixo calao ao se referir a oposicao. Vox populi, vox dei!!

pedro em 14 de junho de 2014

Nao concordo,acho que ela esta colhendo o que plantou.

Platão em 14 de junho de 2014

A reação do público demonstra o ESTADO DE ESPÍRITO de grande parte dos brasileiros. Caro amigo Setti, o pessoal ESTÁ COM RAIVA!! Esta é a explicação.

Paulo em 14 de junho de 2014

Outros dizem por aí que além da "presidenta", a instituição "Presidência da República" foi atingida. Mas essa pobre instituição já vem sendo alvo há 12 anos de constantes ***** feitas à própria por ela e por seu antecessor. Portanto, não há desrespeito com a instituição "Presidência da República, que já foi desrespeitada muito mais do que deveria pelos que mais deveriam respeitá-la.

Maria em 14 de junho de 2014

Quem mandou deixar o povo sem educação e com altas taxas de criminalidade?? Deu nisso, e pode piorar.

Hélio Floripa em 14 de junho de 2014

Parabéns Setti!

jorge wanderley em 14 de junho de 2014

Data venia, caro Setti, mas reciprocidade em respeito para quem vive, ela e o partido que representa, a desrespeitar, me parece conflituoso até no pensar. De qq modo, é a sua opinião e a respeito. Observo, entretanto, que essa (mais uma!) vaia estrondosa e vitaminada pelo desejo e votos de um caminho de direção, estreito, é verdade, para uma terrorista aposentada e tudo de ruim que vem reprentando, nos mostra queremos mudanças - eu e quem vaiou, lá no estádio e fora dele - vc não tem ideia de como essa digníssima senhora foi vaiada nas ruas... Fui testemunha! Abraços e obrigado pela oportunidade de comentar.

Paulo em 14 de junho de 2014

Ela nunca quis ouvir ou nunca deu bola para as vaias e clamores do povo brasileiro, só prestou atenção no que dizem os petistas e nos aplausos das claques amestradas. Como não há resposta, as mensagens ficam cada vez mais carregadas. Eu acho que no Itaquerão foi dada uma bela mensagem à "presidenta" e dessa forma. E como sabemos, o mensageiro nunca pode ser culpado do teor da mensagem.

Zé Pedro em 14 de junho de 2014

Mesmo sem nenhuma simpatia pela Dilma, e nem tão pouco pelo partido dela. Jamais faria uma coisa dessa. foi horroroso aquilo. Agora, isso é o resultado do que o próprio governo plantou quando aboliu a aula de moral e cívica das escolas.

alberto santo andre em 14 de junho de 2014

em futebol ,xinga-se todos aqueles que teoricamente estão contra o seu time ,mesmo que ele seja honesto ao máximo e todos aqueles ou sua grande maioria que foram ao estádio foram com esta mentalidade ,tanto assim que ninguém chamou o juiz japonês de ladrão, portanto eles agiram como tal tanto mais que caso fossemos criticar estes pelos apupos que deram a dilma, para sermos totalmente honestos,, e civilizados, teríamos que critica-los também para com a cumplicidade com arbitro que também não foi honesto,,as palavras de baixo calão ditas por torcedores, ficam ainda mais negras ,quando são ditas por pessoas que lhes deveriam servir de exemplo ,quando não o fazem por palavras ou atos simplesmente estão abrindo as porteiras para o vandalismo e banditismo seja verbal ,seja físico ,infelizmente.

Helena em 14 de junho de 2014

Ricardo, entendo bastante seu ponto de vista. Mas tem uma coisa, ou melhor, várias. E vou pontuar todas as que lembrar agora: 1-Dona Dilma, a Imperatriz dos Jegues, desrespeitou toda a população católica brasileira quando não disse um "a" quando a inacreditável baixaria da Marcha das Vadias no Rio afrontou todos os jovens peregrinos, os catölicos e até mesmo o Papa no episódio hediondo que presenciamos - masturbações públicas com crucifixos e destruição de imagens sacras. Ela disse pelo menos um "que lamentável"? Não, não disse. 2- quando drogados comunistinhas se aboletaram na UFSC e arriaram a bandeira do Brasil, por acaso a Senhora das ***** defended a bandeira? Não. 3-quando o MST resolveu vandalizar o STF, ela disse pelo menos um "que feio"? Ah...sei...ela recebe a cumpanheirada no Planalto, não foi? 4-A Dama de Vermelho por acaso disse UMA...só UMA palavrinha condenando os "manifestantes" que queimam a bandeira do Brasil? Não ouvi nenhuma. Se ela quiser, pode se manifestar agora mesmo, tem "manifestantes" fazendo isso neste momento no Rio. 5-quando uma baranga doentia que se diz "artista performática" enfiou uma bandeira na vagina, depois a queimou e concluiu costurando a vagina, a senhora PresiDNTA disse uma palavra? Não, não disse. Então, caro Setti, essa senhora não defende nossa bandeira, nem nossos valores, nem nossa Constituição e nem nosso povo. É uma **** que compactua com **** de LESA-PÁTRIA. Aliás, ela também é protagonista desses ****, pois assina contratos sem ler e desvia nosso dinheiro para nações cujos governos são ditatoriais e sanguinários. Pode-se considerar o coro de VTNC uma falta de educação, sim. Mas o que esperar dum povo abandonado à próprio sorte que SEMPRE acaba como lanterninha no quesito educação? Esse coro, Setti, é um grito de desespero de uma grande parcela da população que vem sendo sistematicamente estuprada, abusada, roubada e violentada *****, sim, *** **** **** ***. E que conseguiu pelo menos UMA vez expressar seu repúdio e repulsa por aquela que acoberta tantos **** que essa Excelentíssima vem cometendo contra a Pátria. E se alguém disser que é grosseria...bem....no governo de Madame, somos os lanterninhas em educação. Colhe-se o que se planta. E ela que dê graças ao Deus que ela ofende por ser só xingamento. Pois em nações onde o povo tem mais brio, talvez ela estivesse a caminho de se encontrar com outra Madame...a "Madame la Guillotine " Desculpe-me, mas quem planta ventos colhe tempestades. E que Deus e Nossa Senhora Aparecida, mais o Arcanjo São Miguel dêem a ela e ao Imperador dos Jegues e seus cortesãos jeguistas TUDO QUE ELES MERECEM!!! E...a voz do povo é a voz de Deus, não?

Anselmo em 14 de junho de 2014

Acho que a presidanta levou o aeiou pelo clima de "campo de futebol". Pode ser feio, mas é muito normal os xingamentos em campo Setti.

FILÓSOFO em 14 de junho de 2014

Excelente “post” – há um abismo entre uma oposição civilizada e a barbárie reacionária. Sobre as manifestações no estádio têm também um elucidativo editorial do JB : http://www.jb.com.br/opiniao/noticias/2014/06/13/os-xingamentos-a-dilma-e-a-falta-de-civilidade-da-elite-brasileira/ Desculpando-me pelo arrazoado retorno á COPA. ABRAÇOS CORDIAIS.

Celso em 14 de junho de 2014

Por que estão xingando a Dilma? O governo petista habituou a população a desrespeitar tudo -- a ordem, a família, a moral, as Forças Armadas, a polícia, as leis, o próprio Deus. Se esperava sair ileso e ser aceito como a única coisa respeitável no meio do esculacho universal, então é até mais louco do que parece. Escrito pelo Olavo.

Alan XY em 14 de junho de 2014

Muito bacana seu post, Settão, a galera no Itaquerão exagerou nos palavrões, pura breguice. Coisa de ressentidos.

José Antônio Guimarães neto em 14 de junho de 2014

Lembro de uma antiga aula sobre liderança aonde o professor comentou: autoridade não e' você demitir quem te xinga. Autoridade e' a pessoa não se atrever a xingar...

Crazy Horse em 14 de junho de 2014

Você diz que eu perdi um leitor. Se o texto asqueroso que você escreveu e eu deletei é mostra de sua pessoa, não perdi nada. Ganhei!

Angelo Losguardi em 14 de junho de 2014

Setti, se alguém está tentando lhe patrulhar com isso não dê bola. Qualquer ser pensante sabe que esses xingamentos são uma molecagem (sincera e de coração, diga-se) que o povo que estava no estádio fez à Presidanta. Se esses militantes que estão dodói com isso tem queixas, que vão lá reclamar com o petê, que é o grande promotor da falta de educação e do desrespeito no país. Afinal esses são os "valores" que eles promovem O TEMPO INTEIRO. Queriam o quê?

Meia Verdade em 14 de junho de 2014

" A ÚNICA CULPA DA IMPRENSA LULA, FOI CUMPRIR SEU PAPEL DE NOS TRAZER A INFORMAÇÃO"....desculpe as letras maiúsculas.

Meia Verdade em 14 de junho de 2014

Excelente Setti, só podia esperar isso de você...parabéns!!! _________________________________________________ Lula, estendo eu mais outras centenas ou milhares da elite, a rosa que você deu a Dilma, sinceramente essa meia dúzia de cretinos, não nos representam. Infelizmente Lula, nós temos essa meia duzia de cretinos, assim como você as têm também, os que infestam a internet difamando políticos contrários ao PT, a única diferença Lula é que a nossa maioria "elite", desaprova e você Lula, para essa sua minoria de cretinos, os abraça. ______________________________________________ Em seu discurso, onde eu e outros milhares da elite, estávamos presente de coração,ao simbolismo da rosa, continuei te escutando, e lá você disse....É CULPA DA IMPRENSA...então vamos lá Lula. - Não foi a imprensa que coordenou o maior plano contra a democracia. - Não foi a imprensa que roubou descaradamente os cofres públicos. - Não foi a imprensa que escondeu dinheiro em cueca - Não foi a imprensa que julgou o mensalão - Não foi a imprensa que foi a as redes de tv, logo apos a descoberta do mensalão, dizer que condenava tudo isso. - Não foi a imprensa que disse que trabalhador eram somente os de macacão, você Lula não reconhece como trabalhadores, médicos, dentistas, gerentes, diretores, jornalistas,micro empresários, empresários..... - Não foi a imprensa que escolheu os ministros do STF - Não foi a imprensa que escolheu um negro, para ministro do STF, para representar a classe como você gostaria politicamente de usufruir isso. - Não foi a imprensa que fez várias promessas, em seu governo, e na maioria não as fez. ________________________________________________

Ronaldo força em 14 de junho de 2014

Dilma Roussef é conhecida por sua descortesia e tratamento inadequado as pessoas a ela subordinadas. Já teve oficial de ordens que pediu para sair, tendo em vista a forma como a tratava. O xingamento não deveria ocorrer como forma de educação do povo e a repercussão lá fora. No entanto, se lá estivesse vaiaria a presidente com todas as forças e mais, aguardo ansioso como todo bom brasileiro as eleições para dar o meu voto contrário a ela. Será Aécio Neves na cabeça. Fora PT!

Brasileiro Bonzinho em 14 de junho de 2014

Prezado Setti, Quebrar a Petrobrás pode, desde que de forma cordial.... Quebrar as empresas elétricas brasileiras pode, desde que de forma cordial.... Quebrar as empresas sucroalcooleiras pode, desde que de forma cordial.... Fazer maracutaias com os Sarneys e Collors da vida pode, desde que de forma cordial.... Despejar dinheiro público em Cuba, na Venezuela e nas ditaduras africanas pode, desde que de forma cordial.... Gastança de bilhões de reais em elefantes brancos pode, desde que de forma cordial.... Detonar o país para se reeleger pode, desde que de forma cordial.... . Coitadinho do brasileiro, este "Homem Cordial"......até xingar em estádio de futebol já não pode mais.

Mairalur em 14 de junho de 2014

Deselegante, sem dúvida. Mas é o que se diz em estádios, Setti, dirigido a todos que desagradam, você sabe.Eles fazem tanta questão de ouvir o povo, não é? Ouviram.

José Eduardo Diniz em 14 de junho de 2014

Chega um momento na vida da gente que não dá mais para suportar tanto desrespeito , tanta agressão no nosso dia a dia . O que a presidente ouviu ouvimos todos , todos os dias . Aquela manifestação foi apenas eco do que emana de Brasília , dessa gente horrenda do PT .

Renato em 14 de junho de 2014

Quando os que comandam perdem a vergonha, os que obedecem perdem o respeito.

dexter em 14 de junho de 2014

Caro Ricardo Você está certo e, como sempre, um gentleman. Porém é ela e o PT que nunca se deram ao respeito. Isso é só o reflexo de deboche com que somos tratados há 13 anos. E, sinceramente, espero que seja só o começo.

Zecão de Goiás em 14 de junho de 2014

Quer alguém que fala mais palavrão e bobagem do que o mestre da Dilma? Eu acho que ele dá com isso mais um péssimo exemplo aos brasileiros, como também acontece quando bate no peito com orgulho por não ter estudado.

Lola Lola em 14 de junho de 2014

O exemplo de um presidente que fala palavrões pelos cotovelos, e que nós, adversários do lulopetismo comunistoide, condenamos, deveria nos ensinar um caminho de manifestações mais civilizadas.

Demetrius em 14 de junho de 2014

Você não decepciona seus leitores, Ricardo Setti. Seu comentário está corretíssimo. Parabéns.

Samy Frey em 14 de junho de 2014

Concordo inteiramente com você, Setti. Sou contra esse governo, mas não dá para aprovar baixarias contra a Dilma

Siará Grande em 14 de junho de 2014

Muito bem, Ricardo, voltou a ostentar a estrela no peito? Ou Você nunca foi num estádio de futebol deste país? Retribuirei sua cortesia com a seguinte frase: "Voltou a ostentar"? Você é maluco? Ou é analfabeto?

SergioD em 14 de junho de 2014

Ricardo, não esperava outra atitude de você. Parabéns. Abraços.

janjo em 14 de junho de 2014

Isso é a manifestação espontânea, o povo esclarecido sente que não tem voz com os politicos que os representa, sempre enganando-nos só preocupados com seus interesses essa manifestação só é um desabafo......a manifestação verdadeira eles(PT E CIA) vão ver é nas urnas .........

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI