Zózimo: Faltou um

Quando esgrimiu ontem sua tese de que o regionalismo é uma força de poder eleitoral relativo, o governador de Pernambuco, Miguel Arraes, citou três exemplos de vitoriosos nas eleições para governador em 1986 que não nasceram nos respectivos estados: ele próprio, nascido no Ceará, e os governadores do Rio, Wellington Moreira Franco, que é do Piauí, e de Minas, Newton Cardoso, que é da Bahia.

Esqueceu-se do governador do Paraná, Álvaro Dias, que é paulista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − treze =