Zózimo: Insônia

O governador de São Paulo, Orestes Quércia, confidenciou a um amigo que seu sono, normalmente leve, ficou mais problemático nas últimas semanas: mesmo recolhendo-se tarde da noite, o governador diz que volta e meia costuma acordar às três ou quatro horas da madrugada, não conseguindo mais dormir.

Os amigos de Quércia não sabem se a insônia é de preocupação – os aumentos salariais para o funcionalismo minaram gravemente a capacidade de investimento do Estado – ou, ao contrário, de excitação: Quércia, reconhecem seus mais íntimos, literalmente adora o poder, onde está aboletado há menos de dois meses.

 

(Nota publicada no Jornal do Brasil.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × quatro =