Zózimo: Namoro à cubana

Mais dois indícios da resplandecente lua-de-mel que o presidente cubano Fidel Castro vem mantendo com o Brasil desde o restabelecimento de relações entre os dois países, determinado pelo presidente José Sarney.

O próprio Fidel, em pessoa, tem feito visitas sem prévio aviso à residência particular do embaixador brasileiro em Havana, Ítalo Zappa, para sempre entusiasmadas e por vezes longas conversas.

E, por determinação do próprio Fidel, a indústria cubana de charutos vai homenagear o centenário do compositor Heitor Villa-Lobos, ora comemorado no Brasil, lançando um puro chamado, exatamente, “Villa-Lobos”.

Um dos raríssimos precedentes do gênero é o do ex-primeiro-ministro britânico Sir Winston Churchill, que foi homenageado com o nome de um dos gloriosos cubanos quando morreu, em 1965.

 

(Nota publicada no Jornal do Brasil.)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 12 =