Zózimo: O alcaide

Mesmo com o funcionalismo municipal em greve, quase 500 servidores demitidos e mais 600 na marca de pênalti, o prefeito de São Paulo, Jânio Quadros, não se dá por achado e encontra tempo para as trivialidades de sempre.

Ontem, em meio à chuva diária de bilhetinhos que despeja em todas as direções, havia pelo menos uma pérola.

Num bilhetinho ao presidente da empresa de ônibus do município, CMTC, o alcaide sugere que se estude a conveniência da utilização de ônibus de dois andares, como os da Londres que ele tanto admira, e lembra, no estilo de sempre: “O Rio de Janeiro já os teve, e provaram bem”.

 

(Nota publicada no Jornal do Brasil.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − nove =