Zózimo: Pluripartidarismo

A cantora Elba Ramalho, que iria fazer 30 shows em prol do presidenciável Fernando Collor e depois reduziu o total para 8, está descollorindo. Numa entrevista à Rádio Bandeirantes de São Paulo, Elba revelou-se decepcionada com o candidato — “Vi que ele não era aquilo que eu ansiava, como cidadã brasileira” — e, surpreendentemente, manifestou simpatia pelo candidato Paulo Maluf, do PDS:

— Prefiro o governo que ele fez em São Paulo do que todos os governos anteriores. Acho que o Maluf pode ser um grande presidente. Podem cair de pau em mim, mas acho que ele tem garra, determinação, força e vontade que a gente não está vendo em nenhum outro candidato de acertar, de lutar.

Para embaralhar ainda mais as coisas, porém, Elba diz que isso não significa que vá votar em Maluf, pois seu coração, quanto a esta parte, oscila entre o tucano Mário Covas e o comunista Roberto Freire.

 

(Nota publicada no Jornal do Brasil.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + dez =