Zózimo: Uma disputa — e uma missão delicada

É uma ironia da história que seja o ministro da Previdência, Jader Barbalho, quem vá enfrentar o deputado Ulysses Guimarães na disputa pela presidência do PMDB que se travará na convenção nacional do partido, no próximo dia 12 de março.

Foi justamente Barbalho quem, como governador do Pará, viu-se incumbido por seus colegas governadores do PMDB de então a levantar uma delicada questão junto ao dr. Ulysses, em uma reunião realizada no Hotel Nacional de Brasília, logo após a derrota da emenda das eleições diretas na Câmara dos Deputados.

Barbalho foi encarregado de dizer, em nome dos outros governadores, que o nome de Ulysses não tinha chances no Colégio Eleitoral diante de Paulo Maluf, e que o candidato deveria ser o governador de Minas, Tancredo Neves.

 

(Nota publicada no Jornal do Brasil.)

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 11 =